Argentina
Perguntas e Respostas

O potencial da Argentina para o financiamento sustentável em detalhes

Bnamericas Publicado: quarta-feira, 30 novembro, 2022
O potencial da Argentina para o financiamento sustentável em detalhes

O financiamento sustentável tem apresentado crescimento significativo na América Latina, com alguns países como Chile e Colômbia já emitindo títulos soberanos verdes para financiar projetos relacionados a energia limpa e mudanças climáticas.

A Argentina também testemunhou esse fenômeno, embora em menor escala do que em outros países da região, com um total de US$ 1,03 bilhão desde o final de 2019. Em comparação, o Chile emitiu um título soberano de US$ 1,5 bilhão em uma única operação.

Para saber mais sobre o cenário financeiro sustentável e o potencial de crescimento da Argentina, a BNamericas conversou com Florencia Calvente, analista da Moody's Local Argentina.

BNamericas: Como você analisa o panorama das finanças sustentáveis na Argentina?

Calvente: Estamos vendo um interesse crescente de emissores e investidores por instrumentos sustentáveis.

Na Argentina, 24 emissores são responsáveis pelos US$ 1.03 bilhão em instrumentos sustentáveis emitidos no mercado local. Isso começou no final de 2019, quando foi feita a primeira transmissão desse tipo. O financiamento sustentável na Argentina experimentou um alto crescimento desde então.

BNamericas: De acordo com o último relatório da Moody's sobre financiamento sustentável na Argentina, a maioria das emissões desse tipo ocorreu no setor de energia. Quais outros setores mostram potencial para financiamento sustentável?

Calvente: Acreditamos que há um grande potencial de crescimento para todos os setores, dada a baixa penetração de finanças sustentáveis no país.

A partir dessa base, vemos um grande potencial, principalmente nos setores infraestrutura e agropecuário. Na verdade, já estamos vendo um crescimento neste último, que representa 18% das emissões sustentáveis.

BNamericas: Foram observadas operações relacionadas ao financiamento de investimentos em água, considerando a vulnerabilidade da Argentina a secas e inundações?

Calvente: Notamos muito potencial e há muito o que fazer nesse sentido. Embora o mercado local vá depender muito da situação macroeconômica e dos altos e baixos do país.

BNamericas: Como o contexto macroeconômico e regulatório da Argentina afeta o ambiente para o financiamento sustentável?

Calvente: Em termos regulatórios, não estamos vendo limitações adicionais para instrumentos financeiros sustentáveis.

Em termos macro, a principal limitação que vemos para o financiamento sustentável atingir um maior grau de penetração é o atual prazo médio das emissões no mercado local.

Em geral, estes tipos de instrumentos financiam infraestrutura para atingir objetivos de sustentabilidade e, portanto, requerem investimentos de longo prazo superiores aos observados nas emissões do mercado argentino, pelo menos em média.

Além disso, não observamos limitações macroeconômicas adicionais para o financiamento sustentável.

Dito isto, e a título de exemplo, temos visto emissões de prazo mais longo feitas no setor de energia.

BNamericas: No caso de emissores do setor público, como o governo federal e as administrações provinciais, eles estão em posição de ir ao mercado para emitir instrumentos financeiros sustentáveis?

Calvente: Há potencial de crescimento para as administrações provinciais, mas a realidade é que hoje existe apenas um emissor subsoberano de instrumentos sustentáveis, que é o município de Córdoba, o qual fez uma emissão de US$ 13 milhões para a aquisição de luminárias de LED, implantação de painéis solares e otimização da rede de esgotos urbanos.

Neste sentido, consideramos que existe potencial para sub-soberanos, e estamos recebendo consultas das autoridades provinciais, embora a sua capacidade de financiamento dependa em grande parte do Estado argentino.

No caso do governo argentino, nenhuma emissão de instrumento sustentável foi feita e não tenho conhecimento de nenhum plano oficial.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Energia Elétrica (Argentina)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Energia Elétrica projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Energia Elétrica (Argentina)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Energia Elétrica companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Eolia Renovables S.A.  (Eoliasur)
  • Eolia Renovables SA (Eoliasur) é uma empresa argentina de energia renovável fundada em 2011 e focada no desenvolvimento de projetos eólicos e solares. Seu portfólio inclui nove ...