México
Feature

Destaque: o pipeline de projetos de GNL do México

Bnamericas Publicado: terça-feira, 06 dezembro, 2022

O pipeline de projetos de exportação de GNL do México está crescendo rapidamente, com várias novas iniciativas sendo adicionadas este ano.

Desde março, quando tinha cinco projetos em desenvolvimento na costa do Pacífico, o país acrescentou mais três projetos e fez avanços significativos no portfólio existente.

Todos os novos projetos estão localizados na costa do Atlântico, que parece cada vez mais atrativa à medida que a Europa busca diversificar suas fontes de abastecimento de gás natural em longo prazo após a invasão da Rússia à Ucrânia.

Os altos preços internacionais e a proximidade do México com o gás do Texas, com capacidade de transporte disponível, transformaram o panorama do gás natural mexicano no ano passado – e desenvolvedores e empresas estatais estão aumentando suas apostas no GNL.

A BNamericas analisa detalhadamente os novos projetos, além de apresentar uma atualização de todo o pipeline de exportação de GNL do país.

Costa do Atlântico:

Altamira 

A norte-americana New Fortress Energy (NFE) e a concessionária federal de energia CFE estão se unindo para construir um centro offshore de exportação de GNL na costa de Altamira, no estado de Tamaulipas.

Até três embarcações flutuantes de gás natural liquefeito (FLNG) serão construídas no local. Com capacidade de processamento de 1,4 MMt/ano em cada embarcação, o projeto pode atingir uma capacidade total de 4,2 MMt/ano. A primeira unidade está prevista para o ano que vem.

De acordo com a New Fortress, o acordo permite que a CFE utilize a capacidade disponível no gasoduto marítimo Sur de Texas-Tuxpan, de 2,6 Bf³/d (bilhões de pés cúbicos por dia). Também permitirá que a CFE venda uma parte da produção do projeto nos mercados internacionais.

Lakach

A revitalização do campo de gás de águas profundas de Lakach, há tempos inativo, na costa de Veracruz, tem um forte componente de GNL, também desenvolvido pela NFE.

Em parceria com a petroleira nacional Pemex, a expectativa é produzir 300 MMf³/d (milhões de pés cúbicos por dia) no campo ao longo de 10 anos a partir de 2024.

A NFE investirá US$ 1,5 bilhão para começar a desenvolver Lakach em troca de uma taxa por cada unidade de gás entregue à Pemex. Até 190 MMf³/d da produção serão vendidos de volta à empresa norte-americana, que planeja liquefazer o volume em um centro flutuante de produção de GNL e vendê-lo no mercado internacional. Uma capacidade inicial de produção de GNL de 1,4 MMt/ano será eventualmente expandida para 7 MMt/ano, informou a empresa.

Coatzalcoalcos

O mais novo projeto de GNL está sendo comandado pela CFEnergía, o braço comercial de gás da CFE.

A empresa está em busca de manifestações de interesse para a construção de uma instalação de liquefação de gás natural no porto de Coatzalcoalcos (estado de Veracruz), destinada a utilizar a capacidade disponível contratada em gasodutos no México e nos Estados Unidos.

A empresa selecionada vai desenvolver, construir e operar uma instalação de GNL de 4,5 MMt/ano, que venderá sua produção no mercado internacional por 20 anos. Ela pagará à CFE por seu consumo de gás natural e as taxas de transporte, além de uma parcela dos lucros do projeto. A empresa federal fornecerá o terreno e ajudará com a liberação de licenças da instalação.

Costa do Pacífico:

Amigo LNG

O projeto Amigo, de US$ 2 bilhões, no estado de Sonora, continua avançando e espera começar a construção em fevereiro.

Pertencente à empresa LNG Alliance, de Singapura, o projeto usará a infraestrutura de gasodutos existente para importar gás de xisto dos EUA e convertê-lo em GNL para exportação, por meio de uma instalação de grande escala envolvendo 400.000 m³ de capacidade de armazenamento de gás, bem como duas embarcações de liquefação com capacidade para processar 7,8 MMt/ano.

O terreno está sendo arrendado por Sonora, e parte dos ganhos do projeto será destinada ao apoio às comunidades locais, de acordo com a empresa.

Cerca de 1,8 MMt/ano da produção já tem compradores no sul da Ásia, e a LNG Alliance está perto de fechar acordos com compradores na Índia, Indonésia e China.

A conclusão do projeto está prevista para o final de 2025, com a primeira remessa agendada para janeiro do ano seguinte.

Energía Costa Azul

A usina da Sempra continua sendo o único projeto de GNL atualmente em construção no México. A planta ficará no estado de Baja California, com a francesa Technip contratada como principal empreiteira.

O projeto envolve uma planta de liquefação de 3,25 MMt/ano na instalação de importação de GNL existente da Sempra em Ensenada. Ao todo, 2,5 MMt/ano foram prometidas para a Mitsui e a Total por meio de contratos de fornecimento de 20 anos.

A produção está prevista para o segundo semestre de 2024.

Topolobampo (Vista Pacífico)

Este projeto de GNL em Sinaloa também é dirigido pela Sempra e envolve a construção de uma nova instalação de liquefação no porto de Topolobampo, em uma joint venture com a CFE.

O projeto, que está nos estágios iniciais, exportará aproximadamente 4 MMt/ano depois de construído.

Puerto Libertad

O projeto é liderado pela Mexico Pacific e envolve a construção de um terminal de 14,1 MMt/ano no porto de Puerto Libertad, em Sonora. Ele será construído em três estágios, cada um trazendo uma unidade de liquefação com capacidade de 4,7 MMt/ano e cerca de 600 Bf³/d de consumo de gás em tempo real. O investimento total é estimado em mais de US$ 10 bilhões.

A empresa informou que obteve todas as principais licenças necessárias para a operação do projeto. As obras estão previstas para começar em 2023 e terminar três anos depois.

Salina Cruz

A CFE planeja contratar a construção de uma unidade de liquefação de 3 MMt/ano no porto de Salina Cruz como parte de seus planos para expandir a infraestrutura de gás natural no istmo de Tehuantepec.

O terminal teria capacidade de liquefação de 200 MMf³/d, com possibilidade de dobrar a produção posteriormente. O projeto prevê a construção do gasoduto Jáltipan-Salina Cruz, um dos principais projetos da CFE na área, que abastecerá a planta de liquefação.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Óleo e Gás (México)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

  • Projeto: Campo Pokche
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Campo Ayatsil
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 6 meses atrás

Outras companhias em: Óleo e Gás (México)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Secadero Petróleo y Gas, S.A. de C.V.
  • A Secadero Petróleo e Gás, SA de CV é um consórcio formado pelo Grupo R Exploración y Producción, SA e a Constructora y Arrendadora México. As duas empresas conquistaram um cont...
  • Companhia: BP Exploration México, S.A. de C.V.  (BP Mexico)
  • A empresa britânica BP entrou no mercado mexicano na década de 1960 com a distribuição de produtos Castrol. A empresa com sede na Cidade do México fornece e vende gás natural, g...
  • Companhia: SSA México S.A. de C.V.  (SSA México)
  • SSA México SA de CV, a unidade local da operadora portuária SSA Marine Inc., com sede nos Estados Unidos, oferece manuseio de cargas e serviços relacionados para a movimentação ...
  • Companhia: Pemex Logística
  • A Pemex Logística é uma subsidiária da estatal mexicana Pemex. Foi fundada em 2015 como parte da reestruturação da Pemex, que também deu origem a outras quatro subsidiárias. A u...
  • Companhia: Petróleos Mexicanos S.A. de C.V.  (Pemex)
  • A estatal mexicana de petróleo Petróleos Mexicanos SA (Pemex) dedica-se à exploração, produção, transporte, refino, armazenamento e comercialização de hidrocarbonetos e derivado...