Argentina
Notícias

Argentina YPF prepara aumento de capex e estuda projetos de infraestrutura de grande porte

Bnamericas Publicado: quinta-feira, 10 novembro, 2022

A maior produtora de petróleo e gás da Argentina – a estatal YPF – prevê despesas de capex “mais ambiciosas” nos próximos anos, enquanto trabalha em planos para expandir a infraestrutura de petróleo midstream e entrar no mercado de GNL.

A empresa desembolsou US$ 2,9 bilhões entre janeiro e setembro e espera terminar este ano atingindo sua meta de investimentos de cerca de US$ 4 bilhões.

“Estamos passando pelo processo orçamentário para o próximo ano. Mas, de modo geral, esperamos ter um plano maior para o ano que vem e os próximos”, disse o CFO Alejandro Lew na teleconferência de resultados do terceiro trimestre.

A receita da perfuradora aumentou 43% ano a ano no trimestre, para US$ 5,18 bilhões, em meio a um aumento na produção impulsionado por seus ativos de formação não convencionais de Vaca Muerta.

A colega Pampa Energía, altamente focada em gás, anunciou esta semana que as previsões de produção e capex para os próximos anos dependem do resultado do leilão de um contrato de fornecimento de gás pendente – uma extensão do esquema de incentivos Plan Gas – e do avanço da primeira fase do megaprojeto do gasoduto de Vaca Muerta, que deverá entrar em operação em meados do ano que vem, se tudo correr conforme o planejado.

GNL

A crescente produção de gás e os empreendimentos de midstream na Argentina – principalmente o duto de Vaca Muerta – aumentaram as perspectivas de gastos com infraestrutura de liquefação.

Entre as empresas que estão pensando em investir está a YPF que, em parceria com a Petronas, da Malásia, anunciou um projeto multibilionário. A iniciativa, em fase de análise, “deverá exigir um gasoduto dedicado”, explicaram na conferência.

A decisão final de investimento no projeto geral pode ser tomada até o final de 2023, segundo os investidores. No início da semana, a Pampa Energia afirmou que a decisão final de investimento em um projeto que está sendo elaborado pela transportadora subsidiária de gás TGS e pela empresa de soluções de GNL dos EUA, Excelerate Energy, também pode ser tomada até o final do ano que vem.

LEIA TAMBÉM: Transportadora de gás argentina atualiza projeto de GNL

NOVO OLEODUTO E TERMINAL

Em meio à capacidade limitada do segmento de midstream, a Argentina também está construindo um novo oleoduto entre a bacia de Neuquén, em rápida expansão, e as instalações de exportação em Buenos Aires, enquanto um duto de exportação de petróleo entre a Argentina e o Chile está sendo reativado e pode entrar em operação no próximo trimestre.

No entanto, “a indústria exigirá mais capacidade de evacuação”, destacou Lew, referindo-se a um projeto em desenvolvimento. “Esperamos ter notícias sobre esse projeto relativamente em breve. Trata-se de uma iniciativa que acreditamos que deve estar em funcionamento no final de 2025 ou início de 2026, então precisamos começar a avançar o mais rápido possível.”

A YPF anunciou recentemente um projeto para construir um terminal de petróleo no golfo de San Matías, na província de Río Negro, e um duto associado que o alimentaria com petróleo de Vaca Muerta.

PRODUÇÃO

A YPF viu a produção total de petróleo aumentar 7,3% ano a ano no trimestre, chegando a 224.800 b/d, enquanto a produção total de gás caiu 1,2%, para 38,4 MMm³/d (milhões de metros cúbicos por dia).

A produção de óleo e gás de xisto aumentou 47,8%, para 77.000 b/d, e 22,2%, para 17,1 MMm³/d, respectivamente, no terceiro trimestre.

A perspectiva de produção para a YPF e outras perfuradoras na bacia de Neuquén está ligada à expansão da infraestrutura de midstream necessária para aliviar os gargalos de despacho.

CAPEX, RECEITA E LUCRO

O desembolso de capex trimestral foi de US$ 1,2 bilhão, um aumento de 70,5% que elevou o capex acumulado no ano para US$ 2,9 bilhões.

A receita subiu 43%, para US$ 5,18 bilhões, impulsionada pelas fortes vendas de combustível, entre outros fatores. O lucro líquido trimestral foi de US$ 678 milhões, um aumento de 186%, já que o lucro operacional aumentou 63,8%.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Óleo e Gás (Argentina)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Óleo e Gás (Argentina)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.