Brasil
Notícias

Eleição presidencial no Brasil será decidida no segundo turno

Bnamericas Publicado: segunda-feira, 03 outubro, 2022
Eleição presidencial no Brasil será decidida no segundo turno

As eleições presidenciais no Brasil serão decididas no segundo turno, em 30 de outubro, após a vantagem do candidato da oposição, o ex-presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva, sobre o candidato em exercício, o direitista Jair Bolsonaro, ter sido menor do que as pesquisas de opinião sugeriam.

Lula obteve 48% dos votos, enquanto Bolsonaro conseguiu 43%, segundo o Tribunal Superior Eleitoral.

“O resultado deste primeiro turno mostra que o voto anti-esquerda no Brasil continua muito forte e a eleição no segundo turno é um jogo completamente aberto, sem candidato favorito”, disse à BNamericas o analista político da Hold Consultoria André Pereira Cesar. 

“Se no segundo turno tivermos uma vitória de Lula ou uma pequena diferença de votos, há grandes chances de Bolsonaro contestar esse resultado eleitoral, pois ele vem ameaçando isso há muito tempo”, acrescentou Cesar, referindo-se às críticas do presidente da república ao modelo de urnas eletrônicas do país.

A diferença entre os dois candidatos foi menor do que o sugerido por pesquisas recentes. Por exemplo, segundo uma pesquisa do Datafolha publicada na noite de quinta-feira (29), Lula estava com 47% e Bolsonaro com 33% das intenções de voto.

Segundo analistas políticos, os votos em São Paulo – o estado mais rico e populoso do país –, onde os candidatos ao governo estadual e ao senado apoiados por Bolsonaro venceram ou se saíram melhor que o esperado, foram fundamentais para o desempenho de Bolsonaro na eleição presidencial.

Bolsonaro começou liderando a disputa na contagem de votos no domingo, quando a apuração estava mais avançada nos estados do Sudeste e Sul do país. Lula, por sua vez, conseguiu reverter os votos quando cerca de 70% das urnas tinham sido apuradas, graças ao avanço no Nordeste, onde historicamente a população de baixa renda apoiou o candidato de esquerda.

Os resultados do primeiro turno mostram a força do candidato à reeleição. Desde a redemocratização do Brasil e o início do modelo de eleições diretas na década de 1990, os três candidatos que buscaram a reeleição, Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma Rousseff, foram reeleitos.

Nos últimos dias, algumas figuras de destaque ligadas à centro-direita mostraram apoio à candidatura de Lula, notadamente o ex-ministro da Economia Henrique Meirelles, bastante respeitado no setor financeiro do Brasil.

Nos últimos meses, Bolsonaro adotou uma série de medidas na tentativa de ganhar força nas eleições, incluindo a redução de impostos sobre combustíveis, que resultou em deflação.

As eleições parlamentares também contaram com a eleição da maioria dos candidatos ligados a Bolsonaro e a forças de direita, ressaltando o grande apoio do atual presidente.


Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos

Tenha informações sobre milhares de projetos na América Latina, desde estágio atual até investimentos, empresas relacionadas, contatos importantes e mais.

  • Projeto: Gente Grande
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 9 horas atrás
  • Projeto: EOL Araras
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 7 horas atrás
  • Projeto: Mina Pilares
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 horas atrás

Outras companhias em: Risco Político e Macro

Tenha informações sobre milhares de companhias na América Latina, desde projetos, até contatos, acionistas, notícias relacionadas e mais.

  • Companhia: Gobierno de la República de Surinam
  • O Governo da República do Suriname é a administração pública estabelecida em sua Constituição em 1987. É composto pela Presidência da República, integrada pelo Presidente da Rep...
  • Companhia: Asociación de Aseguradores de Chile A.G.  (AACH)
  • A Chilean Insurance Assocation AG (AACH) é uma associação sem fins lucrativos, composta por 56 seguradoras, constituída em 1899 para promover o desenvolvimento e a proteção das ...