Chile
Perguntas e Respostas

Vizcachitas: ‘É o projeto greenfield mais importante do Chile’

Bnamericas Publicado: sexta-feira, 02 dezembro, 2022
Vizcachitas: ‘É o projeto greenfield mais importante do Chile’

De propriedade da canadense Los Andes Copper e operado pela empresa local Compañía Minera Vizcachitas Holding, o projeto Vizcachitas compreende um depósito de pórfiro de cobre-molibdênio no centro do Chile.

A S&P Global projeta que a demanda global pelo cobre dobrará para cerca de 50 milhões de toneladas (Mt) por ano até 2035, graças em grande parte ao aumento da eletromobilidade e energia renovável, e a Vizcachitas quer entrar neste jogo.

O projeto está localizado na região de Valparaíso, a 120 km de Santiago. Grandes minas de cobre como Los Pelambres e Los Bronces já operam na mesma área, assim como as divisões Andina e El Teniente da mineradora estatal Codelco.

No entanto, a iniciativa não foi isenta de problemas. Grupos ambientalistas e o prefeito de Putaendo, povoado mais próximo, tomaram medidas para impedir o avanço da mineradora, por considerá-la uma ameaça ao meio ambiente e à preservação do gato andino, espécie em extinção que vive na região.

A BNamericas conversou com o CEO interino da Minera Vizcachitas, Santiago Montt (na foto, à esquerda), e seu presidente executivo, Eduardo Covarrubias (à direita).

BNamericas: Em que estágio está o projeto Vizcachitas?

Covarrubias: Estamos avançando no estudo de pré-viabilidade, o qual irá mostrar que o projeto é robusto do ponto de vista técnico, econômico e socioambiental. Pela sua magnitude, este projeto desempenha um papel fundamental na tentativa de cobrir o déficit global de cobre para os próximos anos, requisito essencial se quisermos alcançar a eletrificação e enfrentar as mudanças climáticas.

BNamericas: A que tipo de escala produtiva você se refere?

Covarrubias: Estamos falando de um projeto que pode gerar mais de 150 mil toneladas de cobre por ano, durante muitos anos.

Montt: É o projeto greenfield mais importante que o Chile tem em andamento. Se você revisar o cadastro de projetos de mineração da Cochilco, verá que a maioria são projetos brownfield ou expansões.

Covarrubias: É um projeto que está adotando as melhores práticas de mineração sustentável. Usaremos água dessalinizada e moagem de alta pressão HPGR, que reduz significativamente o consumo de energia. Também incorporaremos o conceito de rejeitos filtrados para reduzir o consumo de água para menos da metade. Ou seja, estamos incorporando práticas de um novo modelo de sustentabilidade produtiva.

BNamericas: Para o fornecimento de água dessalinizada, vão construir uma usina ou usar uma fonte já em operação?

Covarrubias: Faremos parte de um consórcio com a Desala que produzirá cerca de 2.050 l/s e também abastecerá outras operações de mineração [na área], bem como pequenos agricultores e sistemas rurais de água potável. O aqueduto passará pelo vale de Petorca, que é uma das áreas mais afetadas pelas mudanças climáticas. Nosso projeto ajudará o vale, que sofre com a escassez, a ter acesso a água e infraestrutura.

Montt: O modelo multicliente e multiúso de Desala é diferente do modelo de dessalinização usado na região norte, onde, devido às características do deserto, apenas os proprietários dos projetos são abastecidos. Aqui não usaremos exclusivamente água dessalinizada, mas fará parte de um sistema e infraestrutura comuns que beneficiarão a região. Nossa ideia de mineração é ser um motor de desenvolvimento sustentável e servir de catalisador para o progresso da região.

BNamericas: Quando estará pronta a infraestrutura para distribuição de água dessalinizada e quando entrará em operação em Vizcachitas?

Montt: A Desala planejou protocolar a avaliação ambiental durante o primeiro semestre de 2023. Hoje é muito difícil obter uma licença social para operar na mineração sem incluir o abastecimento de água dessalinizada.

Covarrubias: Estimamos apresentar o estudo de pré-viabilidade durante o primeiro trimestre de 2023, preparar o estudo de viabilidade e o estudo de impacto ambiental no resto do ano e em 2024. Vamos estruturar o financiamento entre 2025 e 2026. Isto nos deixa como uma possível data inicial para iniciar a operação entre 2028 e 2029.

BNamericas: O que alternativas serão utilizadas para reduzir as emissões de carbono em equipamentos, transporte etc.?

Covarrubias: Onde há maior consumo de energia é na moagem e, com o uso do HPGR, o consumo é reduzido significativamente. No que diz respeito à frota ou equipamentos, privilegiaremos os elétricos, mas a otimização nesta matéria será definida no estudo de viabilidade.

Montt: Em termos de energia, propusemos usar exclusivamente energia renovável. Felizmente, o Chile tem condições de oferecer energia limpa para projetos como o nosso.

BNamericas: Como vocês estão lidando com as pressões socioambientais e as campanhas de proteção aos gatos andinos?

Montt: Nosso projeto fica próximo ao vale dos Andes, onde a mineração não é algo estranho. A região tem experiência mineradora e as comunidades estão interessadas em saber a contribuição que esse desenvolvimento minerário trará, já que pode movimentar o PIB regional em mais de 3%, segundo cálculos de Juan Ignacio Guzmán, professor da Universidade Católica. Com a descentralização financeira que o país está adotando, Vizcachitas teria um impacto positivo nos orçamentos públicos municipais, provinciais e regionais.

Os grupos radicais que não acreditam na mineração como motor do desenvolvimento sustentável são minorias que não representam a maioria. Participamos ativamente da comuna por meio de programas comunitários e nos reunimos permanentemente com os diferentes stakeholders.

O gato andino é uma espécie protegida que apareceu pela primeira vez na região de Valparaíso quando já tramitava nossa resolução de habilitação ambiental [RCA]. Inicialmente, o RCA foi suspenso, mas pudemos verificar com evidências científicas que o projeto é compatível com a proteção do gato andino, o que foi constatado pela justiça ambiental, nos permitindo perfurar novamente. Estamos comprometidos com a proteção da biodiversidade e trabalhamos em um plano de monitoramento e um plano nacional de proteção para o gato andino, junto com consultores especializados no assunto.

BNamericas: Quantos empregos o projeto irá gerar?

Montt: Em operação, cerca de 1.200 empregos diretos e, durante a construção, 5.000 empregos diretos em média. A isso devem ser somados os empreiteiros e as cadeias produtivas, onde serão privilegiados os fornecedores locais. Há também impostos e uma série de contribuições econômicas e sociais que derivam de projetos como este. Outro aspecto relevante é que não incluiremos acampamento. Isso permitirá maior integração com a comunidade e flexibilidade para que os trabalhadores possam subir e descer, evitando os turnos clássicos da mineração.

BNamericas: Que características terá o cobre de Vizcachitas?

Covarrubias: Serão gerados concentrados limpos, com baixo teor de arsênico. Isto é algo que as fundições de todo o mundo buscam, pois permite melhorar seus indicadores ambientais.

BNamericas: Como vocês estão financiando o projeto e qual o capex?

Covarrubias: O estudo econômico preliminar considera um capex de US$ 1,9 bilhão, que será financiado basicamente com consórcios estratégicos e financiamentos bancários. Vamos realizar este projeto com altos padrões e, como o presidente Gabriel Boric apontou para [o primeiro-ministro canadense] Justin Trudeau em junho passado, “as empresas canadenses devem se comportar no Chile como o fazem no Canadá”.

Montt: Está chegando uma oportunidade histórica para o país em termos de desenvolvimento sustentável nos próximos 20 a 30 anos. A transição energética exigirá mais cobre do que o mundo poderá fornecer nos próximos 10 anos. O Chile tem depósitos, talento e capital humano para atender a essa demanda crescente. Portanto, devemos ser capazes de desenvolver mais mineração brownfield e greenfield, como Vizcachitas, cumprindo a legislação ambiental e tendo a licença social necessária para operar.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Mineração e Metais (Chile)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Mineração e Metais projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Mineração e Metais (Chile)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Mineração e Metais companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Sociedad Química y Minera de Chile S.A.  (SQM)
  • A Sociedad Química y Minera de Chile SA (SQM) é produtora e distribuidora de fertilizantes especiais. Participa de cinco linhas de negócios: nutrição especial de plantas, iodo, ...
  • Companhia: Consejo Minero de Chile A.G.  (Consejo Minero)
  • A Consejo Mineral do Chile é uma associação comercial que reúne produtores nacionais e estrangeiros de cobre, ouro e prata públicos e privados que operam no Chile. Conselho de m...
  • Companhia: Doosan Bobcat Chile S.A.  (Doosan Bobcat Chile)
  • Doosan Bobcat Chile SA, é um fornecedor de máquinas e equipamentos com o objetivo de fornecer soluções para diferentes setores da indústria. Doosan Bobcat Chile SA é parte da Do...
  • Companhia: Resiter S.A.  (Resiter)
  • Resiter está no negócio de gestão de resíduos industriais e tem operações no Chile, Peru e Uruguai. Em breve abrirá escritórios na Colômbia. A empresa oferece uma ampla gama de ...
  • Companhia: ME Elecmetal
  • Electro Metalúrgica SA (Elecmetal), uma empresa chilena estabelecida em Santiago em 1917 como parte do Grupo Claro, tem como atividade principal a metalurgia e a geração de ener...
  • Companhia: Exploraciones Mineras Andinas S.A.  (EMSA)
  • Exploraciones Mineras Andinas SA (EMSA) presta serviços de exploração mineira à estatal mineira chilena Corporación Nacional del Cobre (Codelco). Constituída em 2004, a empresa ...