Argentina , Chile , Peru e Brasil
Feature

Qualidade dos projetos e cautela na gestão atrapalham fusões e aquisições na mineração

Bnamericas
Qualidade dos projetos e cautela na gestão atrapalham fusões e aquisições na mineração

A falta de projetos de qualidade e atitudes cautelosas dos gestores estão impedindo a atividade de fusões e aquisições no setor de mineração de ouro e prata da América Latina.

Embora os investidores queiram a consolidação no setor, muitos projetos não atendem às expectativas ou estão superfaturados, enquanto as equipes de gestão dificultam os negócios, priorizando sua própria sobrevivência.

“[A consolidação] é definitivamente necessária. Os investidores gostariam de ver mais disso”, disse à BNamericas Trevor Turnbull, diretor de pesquisa de ações globais de ouro e metais preciosos da Scotia Capital.

No entanto, duas coisas que estão desacelerando a atividade de fusões e aquisições.

“A primeira é a falta de descobertas e de projetos que representem bom valor”, acrescentou Turnbull.

Os líderes corporativos afirmam que muitos projetos não atendem a seus critérios ou as negociações não atendem às expectativas do mercado, porque as ações são caras, enquanto as equipes de gestão que procuram compradores podem supervalorizar seus ativos.

“Eles têm uma visão irreal de algumas dessas coisas”, prosseguiu Turnbull. “Há também uma falta de projetos indiscutíveis, que sejam super sólidos, por aí.”

Embora haja exceções, o outro problema que impede a atividade de M&A é uma atitude precavida das gestões, focadas em qual equipe sobreviverá após uma fusão.

“Ninguém é propício a deixar seu interesse de lado e fechar um negócio sabendo que vai ficar desempregado. Isto continua a ser um impedimento”, complementou Turnbull.

NEGÓCIOS EM 2022

Apesar dos desafios, a região passou por uma série de fusões e aquisições em 2022, dominadas pela oferta de US$ 6,7 bilhões da Gold Fields pela Yamana Gold, uma das maiores produtoras de ouro da América Latina, com minas no Chile, Argentina, Brasil e Canadá.

A GCM Mining e a Aris Gold concluíram uma fusão em setembro para criar a mineradora de ouro Aris Mining, com foco na Colômbia, enquanto a britânica Hochschild Mining adquiriu a Amarillo Gold em abril, assumindo a propriedade do projeto Posse Gold, em Goiás.

No lado da aquisição de ativos, avançaram pelo menos sete negócios, para um valor combinado de US$ 323 milhões e nos quais minas ou projetos mexicanos mudaram de mãos nos últimos seis meses, incluindo a compra do projeto de prata Pitarrilla pela Endeavour Silver e a aquisição da mina de ouro Mercedes pela Bear Creek Mining.

Os acordos podem continuar a ser fechados onde a gestão é menos cautelosa, ou onde os CEOs interinos estão no cargo e onde as empresas de ativos únicos estão envolvidas.

“Coisas como essa farão parte da próxima onda de consolidação e, em seguida, empresas de ativos únicos que podem ser consolidadas em uma entidade maior para mitigar o risco jurisdicional”, afirmou Turnbull.

Um alvo potencial de negócio é a Torex Gold, com a mina El Limón-Guajes (ELG, na foto), situada no estado mexicano de Guerrero, região há anos imersa em violência atrelada a cartéis de drogas.

A Torex está avançando seu projeto de ouro Media Luna, de US$ 848 milhões, na mesma propriedade da ELG.

“Sempre fiquei de olho na Torex. É algo que as empresas vão olhar, e se elas puderem trazê-la para um portfólio maior, onde Guerrero não esteja na liderança, isto faria sentido”, acrescentou Turnbull.

Jody Kuzenko, CEO da Torex, disse anteriormente à BNamericas que planeja expandir a empresa em parte por meio de aquisições, embora o foco atual seja o avanço em Media Luna.

O México é o maior produtor de prata do mundo e o maior minerador de ouro da América Latina, com o Peru em segundo lugar para ambos.

Tenha acesso à plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina com ferramentas pensadas para fornecedores, contratistas, operadores, e para os setores governo, jurídico e financeiro.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Mineração e Metais (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Mineração e Metais projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

  • Projeto: Furnas
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Juruena
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Novo Mundo
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Amapá
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Boa Vista
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Lavra Velha
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Cachoeira
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 5 meses atrás
  • Projeto: Salobro
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 6 meses atrás

Outras companhias em: Mineração e Metais (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Mineração e Metais companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Empresa Construtora Brasil S.A.  (ECB)
  • A Empresa Construtora Brasil SA (ECB) atua na área de engenharia e construção de projetos de infraestrutura rodoviária, ferroviária, urbana, industrial, portuária e aeroportuári...
  • Companhia: Mineração Maracá Industria e Comércio S.A.
  • A Mineração Maracá Industria e Comércio SA, uma subsidiária da Yamana Gold Inc., com sede em Toronto, iniciou suas operações em 1994 e se dedica à exploração, produção e venda d...
  • Companhia: Stracta Supercalcario
  • A descrição contida neste perfil foi retirada diretamente de fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores do BNamericas, mas pode ter sido traduzida automat...
  • Companhia: Grupo Novonor  (Novonor)
  • A Novonor, anteriormente conhecida como Odebrecht, é uma holding brasileira com operações em 14 países, entre eles Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, México, Panamá, Peru, Re...