El Salvador
Notícias

Arquiteto mexicano dá vida aos projetos do aeroporto salvadorenho e da ‘cidade do Bitcoin’

Bnamericas Publicado: quinta-feira, 12 maio, 2022
Arquiteto mexicano dá vida aos projetos do aeroporto salvadorenho e da ‘cidade do Bitcoin’

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, confiou o projeto de seu principal aeroporto no Pacífico e os projetos da “cidade do Bitcoin” ao renomado arquiteto mexicano Fernando Romero. 

Romero também foi contratado para projetar o aeroporto internacional de Texcoco, de US$ 15 bilhões, que em 2019 foi cancelado pelo presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador (AMLO). 

Romero apresentou os projetos do projeto para Bukele na terça-feira, conforme mostrado em fotos publicadas em sua conta no Twitter, indicando que os planos para ambas as iniciativas estão avançando, apesar das dúvidas sobre viabilidade e financiamento. 

Renderizações da “cidade do Bitcoin” mostram uma área urbana circular perto do vulcão Conchagua, no Golfo de Fonseca, no departamento de La Unión, enquanto fotos do aeroporto destacam o estilo ondulado do arquiteto que foi usado no projeto do projeto fracassado do aeroporto no estado do México. 

Mais detalhes técnicos ainda não foram fornecidos. 

Embora AMLO tenha cancelado o projeto do aeroporto de Romero devido a preocupações com impactos ambientais e custos excessivos, seu projeto ganhou o prêmio internacional  Rethinking The Future para arquitetura, construção e design na categoria de transporte. 

O projeto do aeroporto do Pacífico, também no departamento de La Unión, recebeu apoio da assembleia legislativa no mês passado para acelerar o processo de licitação. O congresso de El Salvador é controlado principalmente pelo partido de Bukele. 

Enquanto isso, o financiamento para a cidade de criptomoedas parece incerto, já que o governo não conseguiu obter o título de blockchain de US$ 1 bilhão que disse ser necessário para financiar sua construção. 

O papel, também conhecido como Volcano bonds, deveria ser emitido em março, mas a data foi adiada para setembro. 

A “cidade do Bitcoin” foi anunciada por Bukele no ano passado como parte de sua visão de transformar El Salvador no primeiro país a aceitar a criptomoeda como moeda legal, usando isso como base para atrair investidores para a cidade inteligente. 

Na semana passada, a Moody's rebaixou o rating de El Salvador de 'B3' para 'Caa1', devido ao acesso restrito ao mercado e “uma deterioração na qualidade da formulação de políticas que intensificou os riscos de implementação dos planos de ajuste fiscal das autoridades e aumentou a incerteza sobre as perspectivas de financiamento”, conforme informou em um relatório. 

Na terça-feira, Bukele anunciou que seu governo havia adquirido 500 bitcoins, sua maior compra da criptomoeda até o momento, após a queda de 50% em seu valor desde que atingiu o pico em novembro passado. 

De acordo com a Bloomberg, El Salvador comprou 2.301 bitcoins desde que foi registrado como moeda legal em setembro de 2021. 

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Infraestrutura

Tenha informações cruciais sobre milhares de Infraestrutura projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Infraestrutura

Tenha informações cruciais sobre milhares de Infraestrutura companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Reforestadora de la Costa S.A.S.  (Refocosta)
  • A descrição contida neste perfil foi retirada diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores do BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...