Colômbia , Chile , Peru , México e Argentina
Press Release

As conexões de fibra ótica à casa da Telefónica Hispam cresceram 16%, em linha com a implementação de modelos de compartilhamento de infraestrutura na região

Bnamericas

O conteúdo deste comunicado foi traduzido usando um software de tradução automática.  


Por Telefónica 

No segundo trimestre de 2023, a Telefónica Hispanoamérica reafirmou sua posição como empresa pioneira na implementação de modelos de cooperação para expandir o acesso à Internet e a inclusão digital na região. Os modelos utilizados pela Telefónica permitem reduzir custos e realizar investimentos muito mais eficientes.

Nesse sentido, em 12 de junho, foi anunciada a assinatura de um memorando de entendimento (ou MOU) com a Millicom na Colômbia para compartilhar a rede de acesso móvel naquele país. Este acordo visa melhorar a qualidade dos serviços móveis e gerar maior eficiência na gestão de recursos.

Adicionalmente, em 6 de julho, a Telefónica Hispanoamérica chegou a um acordo com o fundo de investimentos KKR e Entel Perú pelo qual terão uma participação de 36%, 54% e 10%, respectivamente, na PangeaCo, primeira empresa atacadista de fibra neutra do Peru. Por meio deste acordo pretende-se acelerar a implantação da fibra ótica até ao domicílio, duplicando o número de lares e empresas a que é prestado o serviço de internet fixa de alta velocidade, o que significa que até ao final de 2026 atingirá os 5,2 milhões de unidades imobiliárias com possibilidade de contratação desta tecnologia.

Da mesma forma, a Telefónica Hispanoamérica continua focada em acabar com a exclusão digital em áreas remotas da região. Nesse sentido, “Internet para Todos”, empresa na qual a Telefónica del Perú tem participação junto com outros três sócios de classe mundial, completou quatro anos de operação. Nestes quatro anos, "Internet para Todos" levou conectividade 4G a mais de 16.000 áreas remotas do Peru, oferecendo acesso móvel de alta velocidade à Internet a mais de 3,3 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais.

Resultados operacionais

No segundo trimestre, os indicadores operacionais da empresa continuaram registrando crescimento no número de clientes. No negócio móvel, os acessos pós-pagos (contrato) aumentaram 3% em relação ao mesmo período do ano anterior, com 7 dos 8 países registrando crescimento. Cabe destacar que o México aumentou os acessos em 17%, impulsionado por um ganho líquido recorde de 105 mil acessos por meio de uma oferta de valor diferenciada.

No negócio fixo, as ligações de fibra ótica até casa cresceram 16% face ao mesmo trimestre de 2022, impulsionadas pelas operações no Chile, Colômbia e Argentina. Cabe destacar que a Telefónica Hispanoamérica alcançou 14,9 milhões de unidades imobiliárias passadas com fibra ótica −aquelas que podem contratar ou migrar para esta tecnologia− após implantar 3,7 milhões nos últimos doze meses, das quais 0,9 milhão foram adicionadas no 2T23.

A maior parte da implantação de unidades imobiliárias antigas nos últimos 12 meses ocorreu na Colômbia, uma vez que a chilena InfraCo já atingiu sua meta inicial de 3,5 milhões em setembro de 2022. Neste último, a empresa aguarda a aprovação da autoridade concorrencial para fechar um acordo com a Entel no segundo semestre de 2023, o que lhe permitirá incorporar 1,2 milhão de unidades imobiliárias antigas com fibra ótica.

Resultados financeiros

Em relação aos indicadores financeiros, no 2T23 as receitas atingiram € 2,25 bilhões, mantendo-se estáveis quando comparadas ao mesmo período do ano anterior (-0,4%) e ao primeiro semestre de 2022 (+0,5%). Estas receitas (+5,2%) são suportadas principalmente pelo aumento das receitas de fibra ótica até o lar no Chile e pelo bom desempenho dos serviços pós-pagos no México.

Cabe destacar que o OIBDA caiu 5% em relação ao segundo trimestre de 2022 e -4,5% em nível semestral.

Desempenho por país

  • Chile. As receitas cresceram 5,2% no segundo trimestre de 2023 impulsionadas pelo bom desempenho do negócio fixo (fibra ótica até casa, IPTV e projetos B2B), bem como pela venda de terminais. O OIBDA cai 32,4% ano-a-ano, impactado pelo crescimento dos acessos de valor (modelo FibreCo) e pelo registro da mais-valia associada à venda do datacenter no segundo trimestre de 2022 (+30M€).
  • Peru. A situação macro e social do país, aliada a um ambiente competitivo muito agressivo no negócio fixo e móvel, foram os principais responsáveis pela queda de -10,6% das receitas em relação ao 2T22. Os esforços contínuos para gerar eficiências e renegociações com fornecedores reduziram as despesas operacionais em 8,2% em relação a 2022. Vale destacar que a Movistar anunciou sua adesão aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEP) −uma iniciativa da ONU Mulheres e do Pacto Global− que reafirma seu compromisso com a igualdade de gênero.
  • Colômbia. A empresa continua apresentando crescimento trimestral nos acessos nos principais segmentos, principalmente em fibra ótica até o lar, onde tiveram um crescimento de 61% em relação ao mesmo trimestre de 2022. Do lado da receita, estes cresceram 0,5% em relação ao 2T22, apesar da redução nas taxas de interconexão e menor atividade de consumo no país, que afetou principalmente as vendas de terminais e pré-pagos. O OIBDA diminui 4,5% em relação ao mesmo período de 2022, principalmente devido aos maiores gastos comerciais (modelo FibreCo). Até o segundo trimestre de 2023, mais de 600 funcionários fazem parte do projeto 'Mujeres en Red' que promove a equidade no setor.
  • México.  Registrou-se um crescimento de 6,3% em relação ao mesmo período de 2022, impulsionado pela venda de terminais e pela evolução positiva das receitas pós-pagas (que tiveram um crescimento de 17% ano-a-ano de acessos), apesar da redução das tarifas de interconexão. O OIBDA continua crescendo (0,4% frente ao 2T22) devido às receitas e eficiências geradas. A empresa obteve a distinção Empresa Socialmente Responsável 2023 −concedido pelo Centro Mexicano de Filantropia− marcando 20 anos como Empresa Socialmente Responsável no país.
  • Argentina. A empresa atingiu um novo recorde histórico de 68.000 conexões líquidas de fibra para casa no 2T23 como parte de seu foco no crescimento de valor. O aumento das receitas se acelera ano-a-ano até 91,3% e o OIBDA cresce 7,1%, ambos com relação ao mesmo período do ano anterior. No 2T23, foi lançada a iniciativa “Caixas de coleta de tecnologia”, cujo objetivo é ajudar no cuidado com o meio ambiente, incentivando as pessoas a entregarem seus aparelhos fora de uso para reutilização ou reciclagem.

Link para acessar os documentos: 'Relatório', 'Dados financeiros selecionados' e 'Apresentação'

Sobre a Telefónica Hispam:

A Telefónica é uma das maiores provedoras de serviços de telecomunicações da América Latina. A empresa, que opera sob a marca Movistar, oferece serviços de conectividade de banda larga fixa -com soluções FTTH- e móvel com redes 4G e 5G (esta última no Chile e no México), além de uma ampla gama de serviços digitais para mais de 110 milhões de clientes residenciais e empresariais na região. A Telefónica Hispam oferece seus serviços em: México, Colômbia, Venezuela, Peru, Equador, Uruguai, Chile e Argentina.

Tenha acesso à plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina com ferramentas pensadas para fornecedores, contratistas, operadores, e para os setores governo, jurídico e financeiro.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: TIC

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: TIC (Peru)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Equans Services Perú S.A.  (EQUANS Perú)
  • A EQUANS é líder mundial em serviços multitécnicos com presença em 17 países ao redor do mundo, especializada em fornecer soluções sob medida para melhorar os equipamentos e pro...
  • Companhia: BT Latam Perú, S.A.C.  (Sencinet Perú)
  • A Sencinet Peru é a subsidiária local da Sencinet, uma empresa dedicada a oferecer serviços de telecomunicações e nuvem nascida em 2020 a partir da aquisição da BT Latam (uma su...