México e Brasil
Notícias

De olho no mercado de financiamento e investimento em TIC na América Latina

Bnamericas Publicado: sexta-feira, 22 abril, 2022
De olho no mercado de financiamento e investimento em TIC na América Latina

A empresa de soluções de comércio eletrônico Zubale levantou cerca de US$ 40 milhões em uma rodada da série A liderada pela QED Investors. A empresa planeja usar os recursos para aprimorar suas plataformas e expandir ainda mais na América Latina, informou a empresa.

Também participaram da rodada de investimentos GFC, Felicis Ventures, Hans Tung (GGV Capital), bem como investidores existentes, incluindo NFX, Kevin Efrusy (Accel), Wollef e Maya Capital.

Fundada em 2018, a empresa disponibiliza, entre outras coisas, um aplicativo que mostra aos agentes de entrega exatamente onde estão os produtos em uma loja, bem como a melhor rota de entrega, além de acompanhar o processo de ponta a ponta de forma integrada, informa.

O investimento apoiará as operações da empresa nos mercados atuais e expandirá para novos mercados na América Latina.

A Zubale iniciou suas operações há três anos no México e desde então expandiu-se para a Colômbia, Costa Rica e Peru.

Recentemente, iniciou suas operações no Brasil e no Chile, onde já relata ter parcerias com grandes varejistas.

***

 A startup de soluções Cybersec Strike planeja crescer no México, Colômbia e Brasil após uma rodada inicial de US$ 10 milhões na qual recebeu fundos da Greyhound Capital e co-investidores FJ Labs, Canary, NXTP, VentureFriends, Magma Partners, Latitud e OrokVentures.

De acordo com a empresa, o dinheiro será usado para expandir sua rede global de “Strikers” (uma espécie de hacker de “boa vontade”) e reforçar sua presença em países-chave da América Latina este ano. Em uma segunda etapa, a empresa planeja expandir para os EUA e Europa.

A Strike oferece uma solução plug-and-play para testes de penetração contínuos, que supostamente permite que as empresas identifiquem vulnerabilidades em tempo real.

A startup informou que suas plataformas são usadas por uma variedade de empresas, desde startups com mais de US$ 10 milhões investidos até “as maiores e mais conhecidas fintechs da região”.

A rodada também contou com a participação de investidores-anjo como Pieter-Jan Vandepitte, CEO da DeliveryHero; Sergej Epp, diretor de segurança da informação da Palo Alto Networks; Sergio Fogel, cofundador da dLocal; Matias Woloski, cofundador da Auth0; Patricio Jutard, cofundador da Mural; Miguel Ángel Peña, diretor do Banco Galicia e NaranjaX; Miguel Burger-Calderón, cofundador da Ethyca; e Nicolás Acosta, ex-diretor de produto da Twilio, entre outros.

***

A plataforma brasileira de e-commerce Floki fechou uma rodada de sementes de 50 milhões de reais (US$ 10,4 milhões) liderada pelos fundos NFX e Valor Capital Group, com a participação de Latitud e investidores-anjo como Ralf Wenzel (fundador da JOKR) e Andres Bilbao (fundador da Rappi).

A gestora de ativos Iporanga Ventures, que liderou o investimento de 3,6 milhões de reais em 2020, entrou na nova rodada com uma oferta de follow-on.

Fundada em 2020, a plataforma da Floki usa inteligência artificial para automatizar as compras de pequenos bares e restaurantes. O modelo da empresa é baseado em uma assinatura mensal. A plataforma informa ter mais de 8 mil produtos e centenas de clientes ativos.

***

A Cemex Ventures, braço de capital de risco da gigante mexicana do cimento Cemex, investiu uma quantia não revelada na Carbon Upcycling Technologies, uma startup canadense que desenvolve tecnologias de gerenciamento de carbono para a indústria de cimento.

Segundo a Cemex, a solução da startup possibilita a redução das emissões de carbono na produção de cimento e concreto em até 30% por meio de substitutos do clínquer.

Ele faz isso infundindo carbono em um processo de moagem de resíduos industriais, como cinzas volantes e escórias, para produzir um material cimentício suplementar mais reativo. Esses materiais podem, então, ser usados para substituir o clínquer na produção de cimento, disse a Cemex.

***

O fundo de investimento Flash Ventures planeja investir em pelo menos 10 startups na América Latina, seis delas no Brasil, em 2022, segundo reportagens da mídia.

O fundo se concentra em empresas pré-seed, com investimentos iniciais a partir de US$ 500 mil por negócio. Com a nova previsão para investimentos em startups, o fundo espera dobrar o tamanho de sua carteira.

A Flash Ventures tem cerca de 30 empresas em seu portfólio em todos os continentes.

***

A Bradesco Seguros, braço de seguros do banco Bradesco, pretende ampliar seus investimentos em tecnologia e inovação por meio de parcerias com insurtechs e big techs, informou a empresa em comunicado, sem detalhar os valores.

A seguradora realizou novos testes de tecnologias voltadas aos segmentos de automóveis, residencial, vida, saúde, previdência, entre outros, com mais de 80 parceiros, entre startups e grandes empresas de tecnologia.

Internamente, sua equipe de inovação está investindo em plataforma de API, inteligência artificial, chatbots, big data, biometria, IoT, telemetria e telemedicina, disse a empresa.

As vendas da Bradesco Seguros cresceram 89% em 2021, o que a empresa atribuiu em parte aos novos formatos digitais.

Ele disse que cerca de oito em cada 10 inspeções de sinistros de seguros de automóveis foram concluídas por meio de processos digitais no ano passado e que 90% das vendas de previdência privada foram assinadas digitalmente, agilizando o processo.

 

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: TIC (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: TIC (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Net Service S.A.  (NetService)
  • A descrição contida neste perfil foi extraída diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores da BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...
  • Companhia: Consórcio Fraganet
  • O Consórcio Fraganet é uma empresa formada pela Fraga de Medeiros Projetos Ltda. e Net Service SA para a execução do projeto Rede de Fibra Óptica do Espírito Santo (ES-Digital),...
  • Companhia: Telefônica Brasil S.A.  (Telefónica Brasil)
  • A Telefônica Brasil SA é uma empresa brasileira de telecomunicações de capital aberto que oferece voz fixa e móvel, banda larga fixa e móvel, ultra-banda larga, dados e serviços...
  • Companhia: Governo do Estado do Ceará
  • O governo do estado do Ceará cobre 184 municípios e 8,7 milhões de residentes no Nordeste do Brasil. Desenvolve políticas e projetos por meio das secretarias de infraestrutura, ...
  • Companhia: Reason Tecnologia S.A.  (Reason)
  • A brasileira Reason Tecnologia SA desenvolve produtos de redes de medição e automação de subestações para operadoras de transmissão e distribuição. Oferece instrumentos de monit...