México
Notícias

De olho no setor de hidrocarbonetos do México: produção de outubro, planos exploratórios e práticas ESG da Pemex

Bnamericas Publicado: terça-feira, 29 novembro, 2022

O regulador de hidrocarbonetos do México, CNH, informou que a produção nacional de petróleo ficou estável em outubro, em 1,62 MMb/d (milhões de barris por dia).

A produção de condensado aumentou 6%, chegando a 233.000 b/d, enquanto a produção de gás natural caiu 3%, para 4,04 Bf³/d (bilhões de pés cúbicos por dia).

A produção privada de petróleo também continuou estável em 105.000 b/d, com a gigante estatal do petróleo e gás Pemex produzindo 1,52 MMb/d. A produção de petróleo ainda é dominada pelos campos Maloob e Zaap, descobertos no final dos anos 1970, enquanto a produção de gás é liderada por dois novos campos da Pemex, Quesqui e Ixachi.

***

A PEP, subsidiária de exploração e produção da Pemex, deve investir entre US$ 8,9 milhões e US$ 69,4 milhões para explorar a concessão AE-0179-Maguey, no estado de Hidalgo, de acordo com a última sessão da CNH.

Segundo a comissão, a Pemex pretende abrir até quatro poços no local e realizar uma série de estudos exploratórios.

A Pantera Exploración y Producción também solicitou à CNH que atualizasse sua área A7.BG/2017 no estado de Tamaulipas.

A empresa afirmou que investiria entre US$ 16,4 milhões e US$ 58,6 milhões para abrir até cinco poços na área e avaliar seu potencial de produção.

***

A Pemex está intensificando seus compromissos de redução de emissões em meio a um esforço do governo para aumentar as ações climáticas durante a cúpula COP27 no Egito.

Em uma apresentação a investidores no dia 18 de novembro publicada esta semana, a petroleira nacional afirma que aumentou suas metas de redução de emissões para 52% no segmento de petróleo, 38% no refino e 31% no gás natural até 2025.

No geral, a expectativa é que as emissões de carbono do setor mexicano de petróleo e gás caiam 14% até 2030. Para isso, a Pemex espera contribuir reduzindo o consumo de combustível de suas operações, diminuindo a queima de gás, promovendo a manutenção da infraestrutura, controlando a produção de metano e estabelecendo um processo para monitorar melhor suas metas.

A Pemex tem sido vista como vulnerável ao risco ambiental, social e de governança (ESG), o que pode prejudicar seu acesso ao crédito à medida que os padrões aumentam, segundo alguns especialistas.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Óleo e Gás (México)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

  • Projeto: Campo Quesqui
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 2 meses atrás

Outras companhias em: Óleo e Gás (México)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: COSL México, S.A. de C.V.  (COSL México)
  • A descrição incluída neste perfil foi extraída diretamente de uma fonte oficial e não foi modificada ou editada pelos pesquisadores da BNamericas. No entanto, pode ter sido trad...
  • Companhia: Citla Energy, S.A.P.I. de C.V.  (Citla Energy)
  • A empresa mexicana independente de E&P Citla Energy, SAPI de CV (Citla Energy), está focada na aquisição de ativos de petróleo e gás onshore e offshore no México. A empresa foi ...
  • Companhia: LAVISA, S. DE R.L. DE C.V.
  • A descrição contida neste perfil foi extraída diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores da BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...