Bolívia
Press Release

Governo boliviano faz acordo com usinas de açúcar e produtores de cana-de-açúcar para compra de 160 milhões de litros de etanol para gestão em 2022

Bnamericas Publicado: sexta-feira, 26 novembro, 2021
Governo boliviano faz acordo com usinas de açúcar e produtores de cana-de-açúcar para compra de 160 milhões de litros de etanol para gestão em 2022

Declaração MHE

UCOM-MHE-11-25-2021.- Após negociações entre os ministros de Hidrocarbonetos e Energia, Franklin Molina, e da Economia e Finanças Públicas, Marcelo Montenegro, e os setores canavieiros de Santa Cruz, chegou-se a um acordo para que os Campos Petrolíferos Petroliferos Fiscales Os bolivianos (YPFB) compraram 160 milhões de litros de etanol em 2022, 50 milhões a mais do que os arranjados para este ano (110 milhões de litros).

“Esses 160 milhões de litros de etanol que vão ser adquiridos pela YPFB em 2022 vão permitir ao Estado economizar porque a importação de gasolina vai diminuir, o que também significa que estamos avançando nas políticas nacionais de substituição e atendimento de importações. o meio ambiente ”, expressou Molina.

O ministro de Hidrocarbonetos e Energias considerou a abertura de ambas as partes para consertar essa negociação, já que durante o golpe, o programa do etanol estagnou por conta de más decisões do governo de fato, que prejudicou diretamente os produtores de cana.

Por isso, ele destacou que esse aumento no volume de compras de etanol beneficia milhares de famílias cuja geração de renda está ligada à produção e industrialização da cana-de-açúcar.

Por sua vez, o Ministro Montenegro destacou que o caminho do diálogo foi priorizado para a finalização desse acordo, visto que esse mecanismo é o principal caminho para o desenvolvimento promovido pelo governo do presidente Luis Arce. “Este acordo influencia diretamente na reconstrução da economia do país”, afirmou.

Por sua vez, o presidente da Comissão Nacional dos Produtores de Cana (Concabol), Oscar Alberto Arnez, destacou que essa nova negociação permite que eles continuem crescendo como produtores e os auxilia no seu desenvolvimento.

Já o representante da Usina Guabirá, Carlos Rojas, agradeceu ao poder público a gestão realizada e disse que o setor sucroalcooleiro também busca fortalecer o programa do etanol, já que a produção de biocombustíveis os favorece diretamente ao gerar maiores oportunidades de comercialização do álcool anidro .

"Fórum de Biocombustíveis"

Por outro lado, o ministro Molina indicou que a questão do etanol será um dos temas que serão abordados no "Fórum dos Biocombustíveis", que acontecerá no dia 3 de dezembro em Santa Cruz de la Sierra.

“É um dos pontos que devemos abordar para aprofundar a política de substituição de importações e, ao mesmo tempo, reduzir a poluição ambiental no quadro da mudança da nossa matriz energética; e, nessa linha, buscar a sustentabilidade em termos de subsídio e reduzir a importação de hidrocarbonetos líquidos. Este fórum será um espaço onde abordaremos pontos importantes que nos permitem desenhar políticas públicas na área energética ”, concluiu Molina.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Óleo e Gás (Bolívia)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Óleo e Gás (Bolívia)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.