México
Notícias

Investimento em TIC na América Latina, monitoramento de financiamento

Bnamericas Publicado: sexta-feira, 02 dezembro, 2022
Investimento em TIC na América Latina, monitoramento de financiamento

A gigante brasileira de varejo de higiene Ypê investiu R$ 300 milhões (US$ 57,5 milhões) para aumentar a automação em seu centro de distribuição e logística em Amparo, estado de São Paulo, disse Eduardo Beira, chefe de engenharia e manutenção da Ypê, à BNamericas.

O projeto Logística 4.0 foi encomendado ao Grupo E80, empresa italiana especializada em armazéns tecnológicos.

O design começou em 2018, disse Beira. Em 2019, a Ypê fechou o contrato com a E80 e as obras civis começaram em 2020. Atrasadas pela pandemia, foram concluídas no dia 25 de novembro.

“Com esse projeto, nosso [centro de distribuição] se transformou em um dos mais modernos e tecnológicos do Brasil e da América Latina”, disse o executivo. O site reformulado conta com veículos autoguiados com sensores, robôs para montagem de paletes, sistemas de comando de voz, entre outros.

Segundo Ribeiro, o centro conta com redundância física (cabeamento estruturado) e lógica (configuração de sistemas). Ele usa redes dedicadas e Wi-Fi 5 GHz para conectividade, mas não possui redes privadas. O site também está conectado a dois datacenters que fornecem alta disponibilidade, disse ele.

***
 O governo brasileiro estima investimentos da ordem de R$ 1,4 bilhão em compra de hardware e serviços de TI em 2023, de acordo com os processos de licitação pública agendados pelo Ministério da Economia para ocorrer nos primeiros meses do próximo ano.

Esses valores, divulgados pela primeira vez pelo Convergência Digital, não representam, porém, a totalidade dos processos de compra do ano, uma vez que o calendário de licitações tende a aumentar nos próximos meses. Além disso, com a mudança de governo em 1º de janeiro, é possível que esse orçamento seja revisto.

Os dados referem-se exclusivamente ao processo de compras conduzido pelo Ministério da Economia.

Segundo os dados disponíveis no sistema, estão programadas quatro grandes compras: aquisição de desktops e notebooks, terceirização de serviços de impressão, orquestração em nuvem e aquisição de equipamentos “as-a-service”, ou seja, leasing.

A compra de PCs está estimada em R$ 487 milhões, enquanto os desktops e laptops estão estimados em R$ 243 milhões. Mais R$ 530 milhões são estimados para serviços em nuvem e terceirização de impressão em R$ 178 milhões.

***
O México se tornou o segundo maior exportador de serviços de TI da América Latina em 2022, depois do Brasil, com um valor estimado de 34 bilhões de pesos (US$ 1,75 bilhão), representando um crescimento anual de 18,4%, segundo a IDC.

Prevê-se que o mercado de serviços de TI no México atinja mais de 177 bilhões de pesos até 2023. As exportações devem representar 29% do valor total dos serviços de TI, acima dos 19% em 2018.

***
 A plataforma mexicana de microcrédito Baubap recebeu um empréstimo de financiamento de dívida de US$ 20 milhões da Park Cities Asset Management para expandir seus produtos e aumentar a quantidade de empréstimos nos próximos 12 meses.

Fundada em 2019, a Baubap oferece microempréstimos que variam de 500 a 5 mil pesos, por meio de um aplicativo móvel.

A empresa afirma usar dados alternativos e inteligência artificial para monitorar os pagamentos.

A Baubap concedeu empréstimos a 500 mil pessoas no México e espera ultrapassar 1,5 milhão em 2023. A fintech informou que a receita e o volume da carteira cresceram sete vezes este ano.

***
 A desaceleração na captação de recursos, o fraco desempenho das ações das empresas que abriram o capital e o ambiente macroeconômico mais difícil provavelmente levarão ao adiamento dos IPOs planejados da maioria das fintechs latino-americanas.

Isso é de acordo com o The LatAm Tech Report, emitido pelo centro regional da comunidade de startups e plataforma de desenvolvimento de projetos Latitud.

Embora vários negócios tenham ocorrido, a arrecadação de fundos de fintech na América Latina caiu 29% anualmente no primeiro semestre de 2022, segundo o relatório.

“Com o aumento da inflação e das taxas de juros, a fintech de consumo foi uma das verticais mais atingidas no cenário de arrecadação de fundos”, escreveu Latitud.

O relatório, que pode ser visto aqui, também fez alusão ao banco digital brasileiro Nubank, que no ano passado estreou na bolsa e desde então perdeu quase 60% de um valor de mercado inicial de US$ 52 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

***
 A Peru's Talently, uma startup dedicada a treinar e conectar talentos latino-americanos em tecnologia com empresas internacionais, recebeu US$ 750 mil em financiamento do BID.

De acordo com o multilateral, os recursos serão usados para aprimorar a plataforma, aumentar o acesso e a participação das mulheres no campo tecnológico, promover o desenvolvimento tecnológico na América Central e lançar um produto para acelerar a contratação de talentos tecnológicos latino-americanos nos EUA.

Talently se concentra em programadores de computador com pelo menos dois anos de experiência profissional e empreiteiros de tecnologia.

A startup também pretende se expandir para Argentina, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala e Honduras, além de se consolidar na Colômbia, México e Peru.

***
A Algar Telecom lançou uma chamada para seu programa de inovação aberta, o Brain Open, para codesenvolvimento de soluções com startups.

O objetivo dessa chamada é selecionar startups que desenvolvam soluções baseadas na tecnologia 5G em três frentes principais: indústria 4.0, eficiência operacional e soluções B2B.

Podem participar startups que estejam pelo menos em fase de tração, com clientes e soluções ativas.

As inscrições vão até 7 de dezembro pelo site https://innovationlatam.com/ch/algar.

 

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: TIC

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

  • Projeto: México 2
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 7 meses atrás
  • Projeto: México 1
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 7 meses atrás

Outras companhias em: TIC (México)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Mexico Telecom Partners
  • A Mexico Tower Partners (MTP) constrói, possui, administra e aluga torres de telecomunicações no país, com um portfólio atual de mais de 1.700 torres. A infraestrutura está inst...
  • Companhia: GlobalSat México
  • A empresa mexicana GlobalSat oferece serviços e produtos de telecomunicações por satélite, especificamente a integração, operação e exploração de tecnologias de satélite. São tr...
  • Companhia: Eutelsat Americas
  • A Eutelsat Americas (anteriormente Satmex) é uma empresa mexicana que fornece serviços fixos por satélite nas Américas, com cobertura que atinge mais de 90% da população da regi...
  • Companhia: Grupo Carso S.A.B. de C.V.  (Grupo Carso)
  • O Grupo Carso é um conglomerado industrial mexicano formado por um grupo diversificado de empresas em quatro linhas de negócios: setor industrial, infraestrutura, varejo e energ...