Peru
Press Release

Peru: Comissão de Energia e Mineração recebe pareceres técnicos sobre o uso do hidrogênio verde

Bnamericas Publicado: quarta-feira, 23 novembro, 2022
Peru: Comissão de Energia e Mineração recebe pareceres técnicos sobre o uso do hidrogênio verde

Comunicado do Congresso da República

O conteúdo deste comunicado foi traduzido usando um software de tradução automática.  

Com o objetivo de obter informações e opiniões sobre o hidrogênio verde, protagonista do Projeto de Lei 3272/2022, que propõe o desenvolvimento de tecnologia industrial a partir desse insumo, a Comissão de Energia e Minas organizou a terceira sessão extraordinária com a participação de especialistas da Holanda, França e, Itália, Índia e Peru.

Em primeiro lugar, seu titular, Jorge Flores Ancachi (AP), apoiou a mencionada iniciativa de sua autoria, que tem como objetivo entregar propostas legais ao Estado peruano e a investidores nacionais e estrangeiros, para o uso do hidrogênio verde “para descarbonizar a economia e cumprir os compromissos nacionais de combate às mudanças climáticas”.

O chefe do grupo de trabalho afirmou que o objetivo deste projeto é "desenvolver tecnologia industrial com Hidrogênio Verde, promovendo um futuro limpo e sustentável, além de constituir uma oportunidade única para gerar uma nova indústria, promover seus derivados, diversificação econômica, desenvolvimento socioeconômico e inovação”.

Para Flores Ancachi, na preocupação causada pelo aquecimento global, reside a necessidade de desenvolver uma Estratégia Nacional e Políticas Públicas, para o desenvolvimento da cadeia de valor do Hidrogênio Verde.

Neste sentido, o projeto de lei confia esta tarefa aos ministérios da Energia e Minas, Ambiente, Produção e Transportes e Comunicações, que atuarão no âmbito das respetivas competências, e com o apoio de um Grupo de Trabalho criado para o efeito .

A referida Estratégia Nacional seria obrigatória para todos os poderes públicos e aprovada pelas autoridades competentes.

Intervieram os deputados Elizabeth Medina Hermosilla (BMCN) e Carlos Alva Rojas (ID), que consideraram a iniciativa uma boa alternativa para o desenvolvimento de nossos municípios.

PARECERES TÉCNICOS

O enviado regional para Assuntos Econômicos da Embaixada da Holanda, Marc Hauwert, afirmou que o Hidrogênio Verde é o caminho para combater as mudanças climáticas, pois é um produto de exportação que gera emprego, renda e garante o abastecimento energético suficiente.

De imediato, o gerente de Inteligência Comercial do Grupo ENGIE da França, José Alberto Monzón, afirmou que o importante no processo de geração do Hidrogênio Verde é a água, e esta, no Peru, pode provir de água dessalinizada, já que conta com um litoral bastante rico deste recurso e pode ter acesso.

Monzón fez uma breve apresentação da experiência francesa no uso dessa energia e também detalhou a projeção de aumento da capacidade instalada de energia eólica e solar fotovoltaica na França

Por sua vez, a chefe de Desenvolvimento de Negócios da ENEL Green Power da Itália, Chiara Gasparrini, destacou que muito se fala sobre o hidrogênio, que está presente em toda a natureza, mas sempre ligado a outros elementos.

O hidrogênio, disse ele, é um portador de energia, não uma fonte de energia, e não é atraente por si só; é sobre como ele é produzido. Depois de expor algumas experiências, ele sustentou que o Hidrogênio Verde é o único hidrogênio sustentável e espera-se que seja competitivo em 2030.

Na ocasião, o diretor do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Índia, Ssv Ramakumar, destacou o compromisso de seu país com as mudanças climáticas e as ações que está realizando para cumpri-lo. Em relação ao hidrogênio verde, ele destacou que sua demanda atual é de aproximadamente seis milhões de toneladas.

Ele imediatamente informou que no futuro sistema, a distribuição de gás nas cidades também criará uma demanda de hidrogênio de cerca de um milhão de toneladas métricas. Conforme projetado, o setor metalúrgico será responsável por sete a oito milhões de toneladas de hidrogênio.

Em seguida, o vice-reitor de Pesquisa da Universidade Nacional de Engenharia, Arturo Talledo Coronado, explicou que as matérias-primas são uma parte minúscula de um processo, o importante é desenvolver tecnologia, fazer pesquisa.

Por isso, uma de suas linhas de pesquisa é produzir hidrogênio no deserto de Sechura. Para isso, explicou, é necessária a aprovação de um regulamento de geração distribuída e o despacho das linhas de crédito da Cofide.

Por fim, o presidente da H2Perú, Daniel Camac, destacou a importância de produzir uma legislação que dê um início concreto à indústria do hidrogênio no Peru, porque esta linha de produção gerará muitas externalidades positivas, tanto na economia quanto na sociedade.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Óleo e Gás (Peru)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

  • Projeto: Bloco 115
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 3 anos atrás
  • Projeto: Bloco 114
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 3 anos atrás
  • Projeto: Bloco 161
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 3 anos atrás
  • Projeto: Bloco 128
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 3 anos atrás
  • Projeto: Bloco 109
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 3 anos atrás
  • Projeto: Bloco 39
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 4 anos atrás
  • Projeto: Bloco Z-50
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 4 anos atrás
  • Projeto: Bloco Z-58
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 4 anos atrás
  • Projeto: Bloco Z-60
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 4 anos atrás
  • Projeto: Bloco Z-59
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 4 anos atrás

Outras companhias em: Óleo e Gás (Peru)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Stantec Perú S.A.  (Stantec)
  • A descrição contida neste perfil foi retirada diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores do BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...
  • Companhia: Oiltanking Perú S.A.C.  (Oiltanking Perú)
  • Oiltanking Peru é o escritório de apresentação no país sul-americano da empresa de armazenamento independente Oiltanking. A empresa se concentra em produtos de petróleo, produto...
  • Companhia: Consorcio CDB
  • CDB Consortium é uma empresa formada por Jan de Nul Nv Suc. del Perú, Odebrecht Engineering & International Construction - Peru e Saipem SpA para a execução do projeto da Usina ...