Chile
Press Release

Sonami projeta até 2023 crescimento da mineração chilena entre 6% e 7%

Bnamericas Publicado: quarta-feira, 16 novembro, 2022

Ao participar no tradicional seminário de projecções económicas, organizado pela Câmara de Comércio de Santiago, o Diretor de Estudos da Sonami , Álvaro Merino, projectou que no próximo ano o sector mineiro cresça entre 6% e 7%, com uma produção de cobre próxima das 5.700.000 toneladas.

"O crescimento da indústria mineira explica-se pela baixa base de comparação e pelo aumento relevante da produção de cobre, fundamentalmente, da Quebrada Blanca , Pelambres e Escondida", especificou.

Em sua apresentação, o executivo estimou que o preço do cobre ficaria na faixa entre 3,3 e 3,5 US$/lb e as exportações do minério da ordem de 55 bilhões de dólares.

Da mesma forma, estimou para o próximo ano “um mercado de cobre excedentário devido precisamente à entrada significativa de projetos mineiros que foram adiados, devido, entre outras coisas, à pandemia. A maior oferta virá justamente da América Latina”.

No entanto, Merino destacou que no mercado de cobre também devemos considerar o comportamento da China, que capta 55% do consumo mundial. “A China apresenta um abrandamento acentuado, onde a política do Covid zero juntamente com a crise imobiliária afetaram o seu crescimento, razão pela qual as autoridades recentemente relaxaram alguns controlos e providenciaram medidas de apoio ao setor imobiliário.

Embora esta notícia seja positiva, considerou que é preciso ter cautela quanto ao impacto no crescimento a médio e longo prazo”, disse.

Além disso, referiu-se a outros elementos de risco que afetam o mercado do cobre, como a inflação elevada, a provável recessão, os riscos geopolíticos gerados pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia e as tensões entre os dois gigantes da economia mundial, uma vez que são precisamente Estados Unidos e China, onde o que está em jogo é a futura hegemonia mundial.

Por outro lado, o responsável pela Sonami Studies estimou que este ano a atividade mineradora vai cair cerca de 4,5%, com menor produção de cobre, molibdénio, ouro e prata, que será parcialmente compensada pelo aumento da produção de não metais. , particularmente no caso do lítio.

No entanto, o fator mais relevante na queda da atividade mineradora é justamente a menor produção de cobre, que passará de 5.625.000 toneladas em 2021 para um valor próximo a 5.300.000 toneladas em 2022, o que se explica principalmente devido aos menores teores de minério, problemas em algumas jazidas e redução do abastecimento de água, principalmente em locais localizados entre as regiões de Coquimbo e Metropolitana

Acrescentou que o preço do cobre, principal produto mineiro e de exportação do país, que atingiu o máximo recorde histórico em termos nominais no passado mês de Março, tem vindo a diminuir gradualmente de valor, "o que tem sido marcado pelos riscos macroeconómicos das alterações da economia mundial em conjunto com a desaceleração da China, que naturalmente está impactando a demanda pelo metal, apesar dos fundamentos do mercado mostrarem produção limitada com baixos níveis de estoque”.

O gerente de Estudos da Sociedade Nacional de Mineração projetou que em 2022 a economia chilena fecharia com um crescimento próximo a 2,5% enquanto em 2023 contrairia 1,5%.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Mineração e Metais (Chile)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Mineração e Metais projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Mineração e Metais (Chile)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Mineração e Metais companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Barrick Latam
  • A mineradora de ouro Barrick Latam opera como unidade de negócios regional da canadense Barrick Gold Corp. na Argentina, Chile, Peru e República Dominicana. A empresa hoje possu...
  • Companhia: Minera Playa Verde Ltda.  (Minera Playa Verde)
  • Minera Playa Verde Ltda. é uma mineradora chilena que atualmente desenvolve o projeto de rejeitos de cobre de Playa Verde, localizado na Baía de Chañaral, na região de Atacama (...
  • Companhia: Mantoverde S.A.  (Mantoverde)
  • Mantoverde SA é uma mineradora chilena subsidiária da Mantos Copper SA, que se dedica à exploração, extração, aproveitamento e produção de minerais e concentrados. A empresa ope...
  • Companhia: Compañía Minera La Merced
  • A Compañía Minera La Merced, propriedade integral da holding chilena de silvicultura, pesca e combustíveis Empresas Copec, por meio de seu braço de investimento em mineração Alx...
  • Companhia: Minera Escondida Ltda.  (Minera Escondida)
  • Minera Escondida Ltda. é uma mineradora chilena que opera a maior mina de cobre do mundo. Ela produz concentrados de cobre a partir de minério de sulfeto de cobre processado por...
  • Companhia: Minera Spence S.A.
  • A Minera Spence está envolvida na produção de cátodos de cobre por meio de uma operação a céu aberto no município de Sierra Gorda, região de Antofagasta (II), no norte do Chile....
  • Companhia: BHP - Minerals Americas
  • A Minerals Americas é a subsidiária de mineração direta da empresa australiana BHP. Foi criada em 2016 como parte do novo modelo operacional da BHP, que agrupa suas operações em...