México
Notícias

Telcos dão os primeiros passos em direção a redes mais abertas na América Latina

Bnamericas Publicado: quinta-feira, 29 setembro, 2022
Telcos dão os primeiros passos em direção a redes mais abertas na América Latina

Enquanto as operadoras de telecomunicações na América Latina começaram a testar tecnologias de código aberto tanto para núcleo como para redes de rádio, as primeiras implantações de 5G estão seguindo um caminho de full-stack tradicional, com o objetivo de migrar posteriormente para código aberto e Open RAN.

Cerca de três anos atrás, a Red Hat começou a trabalhar com provedores de serviços no Brasil, México, Argentina e Colômbia, entre outros países, para testar o uso de código aberto em redes de telecomunicações.

A Telecom Argentina, uma de suas principais clientes, já iniciou esse caminho de transformação tecnológica e cultural.

“Temos trabalhado muito de perto [com as operadoras]. São investimentos de longo prazo, processos de negócios muito longos. Estamos muito calmos, confiantes, [ainda] sem tirar vantagem comercial, mas trabalhando muito próximos”, disse à BNamericas Alejandro Raffaele, líder da equipe de telecomunicações, mídia e entretenimento da Red Hat para a América Latina.

As operadoras primeiro começam a desenvolver 5G em plataformas 4G e depois seguem com a variante autônoma de full-stack. A próxima evolução está se movendo para um ambiente aberto.

Embora a tecnologia já esteja disponível, para que essa transformação para open source se concretize, é necessária uma mudança cultural na operadora, mas também um maior desenvolvimento de soluções open source. “Ainda há necessidade de demonstrar bem o retorno do investimento”, explicou Raffaele.

O executivo espera que o desenvolvimento de código aberto nas redes das operadoras da América Latina comece no segundo semestre do próximo ano e se expanda a partir de 2024.

Na mesma linha, a Ericsson aposta na migração para arquiteturas mais abertas. “O mundo está ficando nativo da nuvem”, afirmou Rodrigo Dienstmann, presidente da Ericsson para o Cone Sul, à BNamericas.

Ele acrescentou que “há muita curiosidade” na região sobre o Open RAN, embora por enquanto os investimentos se limitem a pesquisas e testes. “Ainda não há aplicação prática para o Open RAN”, explica ele.

O executivo da Ericsson indicou que os pedidos serão vistos nos próximos anos.

“Estamos a alguns anos de distância [de um caso de uso de aplicativo em massa]. Haverá um equilíbrio entre algumas arquiteturas totalmente abertas e outras totalmente fechadas. Existe um limite em que o hardware específico tem um desempenho muito maior do que qualquer hardware genérico, então acho que haverá uma mistura”, acrescentou.

Globalmente, a Red Hat e a Ericsson têm uma aliança e estão trabalhando juntas para construir a configuração de referência e validar as funções de rede Ericsson nativas da nuvem na plataforma Red Hat Open Shift, como Core, Cloud RAN e OSS&BSS.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: TIC

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: TIC (México)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Tars Holding, S.A.P.I. de C.V.  (Axity)
  • A Axity, anteriormente chamada de Getronics Holding Mexico, é uma empresa de TIC que nasceu da fusão da empresa mexicana Intellego e das filiais mexicana e colombiana da Getroni...
  • Companhia: Alestra S. de R.L. de C.V.  (Alestra)
  • Alestra S. de RL de CV (Alestra) participa do mercado de tecnologia da informação e comunicação no México desde 1996. Com sede na Cidade do México, a Alestra opera como subsidiá...
  • Companhia: Altán Redes S.A.P.I. de C.V.  (Altán Redes)
  • Altán Redes, com sede na Cidade do México, é um consórcio internacional criado em 2016 para desenhar, operar e manter o projeto mexicano de telecomunicações Red Compartida, esta...
  • Companhia: Centennial Towers
  • A Centennial Towers é uma provedora internacional de serviços para operadoras de telecomunicações sem fio, fundada em 2007 no Panamá. A empresa desenvolve, possui e opera torres...