Argentina
Notícias

Transportadora de gás argentina atualiza projeto de GNL

Bnamericas Publicado: terça-feira, 08 novembro, 2022

A transportadora argentina de gás TGS está avançando nos planos para uma planta modular de GNL, já que a empresa prevê uma possível duplicação do capex no próximo ano.

A TGS – em parceria com a empresa norte-americana de soluções de GNL Excelerate Energy – tem um projeto visando Bahía Blanca, na província de Buenos Aires.

“Estamos atualmente trabalhando na seleção do módulo”, disse o CFO da TGS, Alejandro Basso, acrescentando que o primeiro módulo teria capacidade de produção de 2 MMt/ano. “Recebemos várias propostas de fornecedores.”

Os funcionários também estão em processo de seleção de um prestador de serviços de engenharia para a instalação do módulo, foi informado na teleconferência de resultados do terceiro trimestre de 2022 da empresa.

A crescente produção de gás e os desenvolvimentos midstream na Argentina – principalmente a construção da primeira fase do gasoduto Vaca Muerta – aumentaram as perspectivas de gastos com infraestrutura de liquefação.

Vários projetos de GNL foram anunciados, mas nenhuma decisão final de investimento foi anunciada publicamente ainda.

LEIA TAMBÉM: Grandes projetos de hidrocarbonetos midstream da Argentina
LEIA TAMBÉM: Quanto petróleo e gás a bacia de Neuquén, em rápido crescimento, na Argentina, pode produzir até 2035

A TGS também está expandindo a capacidade de sua planta de condicionamento de gás Tratayén, na província de Neuquén. O capex estimado da empresa de US$ 100 milhões para este ano pode dobrar para US$ 200 milhões no próximo, disse Basso, citando as demandas de desembolso associadas na instalação.

A TGS disse anteriormente que pretendia aumentar a capacidade de processamento para 15 MMm³/d (milhões de metros cúbicos por dia) até o final do ano, para 21 MMm³/d em 2023 e para 28 MMm³/d em 2024.

O desembolso da usina Tratayén em 2024 pode depender do progresso da segunda fase do gasoduto Vaca Muerta, segundo a chamada.

Concluída em 2019 com capacidade inicial de 5Mm3/d, a planta de condicionamento de gás passou por uma expansão de 2,4Mm3/d sob um plano de investimentos de US$ 16 milhões para 2021.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Óleo e Gás (Argentina)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Óleo e Gás (Argentina)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Óleo e Gás companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Pluspetrol S.A.  (Pluspetrol Argentina)
  • Pluspetrol, SA (Pluspetrol Argentina) iniciou suas operações na Argentina em 1976 e está sediada em Buenos Aires. Em última análise, é controlada pela holding holandesa Pluspetr...
  • Companhia: Promaíz S.A.  (Promaíz)
  • A descrição contida neste perfil foi retirada diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores do BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...
  • Companhia: Intragas Energy S.A.  (Intragas Energy)
  • A descrição contida neste perfil foi extraída diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores da BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...
  • Companhia: Consorcio CMA-1
  • O Consórcio CMA-1 é uma empresa formada pela Pan American Energy LLC (25%), Total Austral SA (37,5%) e Wintershall Dea Argentina SA (37,5%) para a execução do projeto Campo Féni...
  • Companhia: ManPetrol S.A.  (ManPetrol)
  • A descrição contida neste perfil foi extraída diretamente de uma fonte oficial e não foi editada ou modificada pelos pesquisadores da BNamericas, mas pode ter sido traduzida aut...