Brasil
Notícias

Brasileira WDC Networks espera aumento de projetos solares e de datacenters

Bnamericas Publicado: terça-feira, 24 janeiro, 2023
Brasileira WDC Networks espera aumento de projetos solares e de datacenters

A WDC Networks, fornecedora brasileira de equipamentos de telecomunicações e energia, está vendo um número crescente de projetos solares no setor corporativo e em pequenos datacenters focados na borda para provedores de serviços de Internet (ISPs), de acordo com seu principal executivo.

“Estamos vendo uma oportunidade muito grande para as usinas [solares] em 2023. Fechamos cinco usinas no segmento de agronegócios”, disse o CEO Vanderlei Rigatieri (na foto) à BNamericas.

Os projetos focam na geração de energia limpa para grandes fazendas, substituindo o diesel por energia solar fotovoltaica.

Uma das plantas, com capacidade de 3 MW, deverá entrar em operação em cerca de dois meses. A WDC é responsável por todo o projeto, em formato “chave na mão”.

“Acreditamos que em 2023 nosso crescimento em energia solar virá muito mais desses projetos [corporativos] do que do varejo em geral”, acrescentou Rigatieri.

O segmento solar representa cerca de 30% das receitas da WDC.

Ela registrou R$ 434 milhões (US$ 82 mi) em receita líquida no terceiro trimestre, um aumento de 10,9% em relação ao ano anterior.

No segmento solar, o crescimento da receita ficou abaixo das expectativas, em 11% em relação ao ano anterior, devido a taxas de juros mais altas e menor disponibilidade de empréstimos bancários para projetos solares.

A empresa divulgará seus resultados de 2022 em 1º de março.

A WDC também foi afetada pelo aumento da concorrência.

“Quando começamos, o Brasil tinha 30 importadoras de equipamentos solares. Hoje, são mais de 200. Eram menos de 15 mil empresas instaladoras, hoje são mais de 26 mil”, explicou Rigatieri.

O executivo espera fortes vendas futuras de energia solar mesmo com o retorno das taxas dos projetos de geração distribuída, afirmando que o mercado solar brasileiro “não retrocederá” e que o país tem uma “enorme capacidade de geração solar”.

Em 2023, espera-se que o Brasil veja uma expansão de 10 GW de capacidade instalada de energia solar, representando novos investimentos no valor de R$ 50 bilhões, conforme declarou Rodrigo Sauaia, presidente da Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), à BNamericas.

Para seus projetos, a WDC usa principalmente inversores solares fabricados pela chinesa Huawei.

A parceria foi firmada no final de 2021 e entrou em vigor no ano passado. Os equipamentos da Huawei estão entre os poucos do mercado que são híbridos, com bateria acoplada para armazenamento de energia.

DATACENTERS

Rigatieri observa oportunidades crescentes de negócios de datacenters devido à crescente implementação comercial do 5G, com demanda mais forte por serviços de computação de borda.

“Temos uma boa carteira de projetos. São datacenters menores, diferentes dos grandes. Qualquer provedor de internet precisa ter o conteúdo que vai oferecer ao cliente próximo a ele”, disse.

O segmento de telecomunicações representa cerca de 45% das vendas da empresa. A WDC já forneceu equipamentos para mais de 20 ISPs, segundo o executivo. Isto inclui a construção da rede e a ativação do cliente no modelo “chave na mão”.

O segmento empresarial (principalmente soluções de segurança cibernética) e datacenters geram cerca de 25% das receitas.

A empresa também assinou um acordo de distribuição exclusiva para o portfólio de datacenters da Huawei, especialmente retificadores e baterias de lítio.

Os produtos da Huawei são oferecidos pela WDC como TaaS [telecom-as-a-service], oferecendo tecnologia de ponta em um formato de assinatura mensal, de acordo com Rigatieri.

No terceiro trimestre, a empresa concluiu o que afirma ser seu maior contrato de TaaS com um dos maiores ISPs do Brasil, cujo nome não foi divulgado.

O projeto tem um valor de R$ 189 milhões e deverá ser concluído até março, segundo Rigatieri.

Rigatieri afirmou que a WDC vê oportunidades no fornecimento de datacenters para o mercado corporativo por meio do portfólio de produtos Huawei Digital Power, incluindo sistemas de armazenamento de energia com baterias de lítio.

A WDC também está criando dentro da empresa uma área exclusivamente dedicada ao segmento de datacenters.

Com relação aos investimentos, Rigatieri assinalou que a empresa tem uma sólida posição de caixa, após levantar R$ 450 milhões por meio de debêntures em 2021. O executivo não divulgou nenhum valor de capex para este ano.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: TIC

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

  • Projeto: México 2
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 8 meses atrás
  • Projeto: México 1
  • Estágio atual: Borrado
  • Atualizado: 8 meses atrás

Outras companhias em: TIC (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Reason Tecnologia S.A.  (Reason)
  • A brasileira Reason Tecnologia SA desenvolve produtos de redes de medição e automação de subestações para operadoras de transmissão e distribuição. Oferece instrumentos de monit...