Colômbia
Notícias

Colômbia aprova obras solares de 800 MW

Bnamericas Publicado: quarta-feira, 30 novembro, 2022
Colômbia aprova obras solares de 800 MW

A Colômbia emitiu licenças para quatro projetos de energia solar totalizando quase 800 MW de capacidade instalada. A iniciativa faz parte de esforços mais amplos para acelerar a transição energética do país.

Os empreendimentos incluem estruturas associadas de transmissão de 220 kV, 230 kV e 500 kV, que ligarão os projetos à rede nacional, informou a autoridade nacional de licenciamento ANLA.

Com o anúncio, a ANLA chega a 20 projetos de energia renovável não convencional aprovados, à medida que busca afastar a Colômbia dos combustíveis fósseis e da energia hidrelétrica.

“As empresas apresentaram os estudos e planos de gestão ambiental [...] cumprindo requisitos técnicos e regulamentares que [...] estabelecem sua viabilidade”, destacou a entidade.

Puerta de Oro

O maior projeto é o parque solar Puerta de Oro, de 300 MW, nos municípios de Chaguaní e Guaduas, no departamento central de Cundinamarca.

Pertencente ao Grupo Solari, com sede em Bogotá, o complexo deve exigir investimentos de US$ 180 milhões.

O parque terá uma área de 430 ha e inclui obras complementares para uma subestação de reforço, de acordo com os documentos de licenciamento.

Guayepo III 

Outro projeto aprovado pela ANLA é a usina fotovoltaica Guayepo III, no departamento Atlántico, na costa caribenha.

Previsto para os municípios de Sabanalarga e Ponedera, custará US$ 214 milhões e inclui uma linha de transmissão associada de 500 kV.

O complexo Guayepo faz parte do pipeline de 1.100 MW da Enel Colômbia de projetos de geração solar e eólica.

Guayacanes

O projeto fotovoltaico Guayacanes, nos departamentos de Boyacá e Santander, também contará com uma capacidade instalada de 200 MW. A desenvolvedora espanhola TW Solar planeja investir US$ 109 milhões para concluir o parque solar, que será construído em um terreno de 118 hectares.

O empreendimento incluirá uma linha de energia de 230 kV para conectá-lo à rede nacional através da subestação La Sierra.

Andrómeda

O quarto projeto aprovado pela ANLA é o parque solar Andrómeda, em Toluviejo, no departamento de Sucre.

A desenvolvedora Mainstream espera investir US$ 78 milhões na instalação de 100 MW, que será composta por 195.000 painéis e 3.250 módulos.

A licença também abre caminho para a construção de uma linha de transmissão de 220 kV até a subestação de Toluviejo.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Energia Elétrica (Colômbia)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Energia Elétrica projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Energia Elétrica (Colômbia)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Energia Elétrica companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Consorcio Energía Solar - J.E Jaimes - ISA
  • Consorcio Energía Solar - JE Jaimes - ISA é uma empresa formada por JE Jaimes Ingenieros SA, Interconexión Eléctrica SAESP e Energía Solar para a execução do projeto Parque Sola...
  • Companhia: Solargreen S.A.S.  (Solargreen)
  • Solargreen SAS, filial colombiana do grupo espanhol Solaer estabelecido em 2015 em Medellín, se dedica ao desenvolvimento de projetos fotovoltaicos, incluindo estudos de viabili...