Brasil
Notícias

Petrobras contrata Sencinet para projeto de conectividade via satélite

Bnamericas Publicado: sexta-feira, 22 julho, 2022
Petrobras contrata Sencinet para projeto de conectividade via satélite

A Petrobras selecionou o integrador de serviços gerenciados e telecomunicações Sencinet (anteriormente BT LatAm) para interconectar todas as suas unidades offshore e terrestres via satélite.

O contrato conquistado pela Sentinet é válido por um período de cinco anos. Prevê o fornecimento, instalação e manutenção de equipamentos de satélite necessários para operações em plataformas e embarcações, bem como em escritórios, refinarias e instalações relacionadas.

A licitação foi realizada no início deste ano, com a Sencinet Brasil Serviços de Comunicação finalmente declarada vencedora em maio, após contestações ao processo apresentadas por outros concorrentes, conforme documentos na plataforma de compras da Petrobras.

Outros licitantes incluíram Hughes Telecomunicações do Brasil, Telespazio e Caprock Comunicações do Brasil.

A BNamericas não conseguiu confirmar o valor exato do contrato conquistado pela Sencinet.

No entanto, Jayme Ribeiro, diretor executivo de vendas e marketing da Sencinet, disse à BNamericas que uma das principais vantagens da empresa na conquista do contrato, além do preço oferecido, foi a tecnologia “spot beam” que ela pode oferecer.

Por meio dela, disse o executivo, os sinais dos satélites são direcionados para pontos específicos da superfície terrestre, diferentemente do modelo tradicional em que toda uma área de cobertura tem um único feixe.

“Como a maior concentração de tráfego da Petrobras ocorre nas bacias de Campos dos Goytacazes e Santos, por exemplo, vamos usar um feixe específico [satélite] cobrindo a região sudeste. Isso fornecerá mais energia a custos mais baixos. Para as demais regiões do país, usaremos tecnologia tradicional que oferece condições suficientes para a atuação da petroleira”, disse Ribeiro.

Pelos termos do contrato, a Sencinet deve entregar uma capacidade média de largura de banda de 240 Mbps ao longo do período de cinco anos, a maior parte da qual deverá atender as plataformas de petróleo offshore nas Bacias de Campos e Santos, incluindo a área do pré-sal.

A Sencinet informou que também fará investimentos para modernizar e ampliar o sistema de telecomunicações do teleporto de Hortolândia, em São Paulo.

Esses investimentos incluem, por exemplo, a instalação de novos equipamentos em uma antena de 9m, para que aponte na direção de satélites operando na tecnologia spot beam. O teleporto já possui antenas apontadas para vários satélites diferentes.

De acordo com os documentos de licitação, a Sencinet planeja usar principalmente VSat (antenas terrestres de satélite) do fabricante israelense Gilat para o projeto.

MUDANÇA DE PARADIGMA

A Sencinet argumenta que o contrato representa uma mudança de paradigma na forma como a Petrobras desenvolveu sua estrutura de conexão até agora.

Nos últimos anos, a petroleira criou uma estrutura totalmente interna com um hub instalado em sua sede no Rio de Janeiro contendo uma antena que, na prática, funcionava como seu próprio teleporto.

Nesse modelo, a Petrobras também era responsável pela contratação de satélites e por ter técnicos responsáveis pela operação do sistema.

No novo modelo, a Petrobras terceiriza tudo isso, comprando um “serviço” ao invés de contratar e gerenciar equipamentos e pessoal.

Em vez disso, ao comprar uma quantidade de megabits, a empresa não precisa se preocupar com a estrutura, já que o teleporto é de propriedade da Sencinet, que também se torna responsável pelos contatos para uso dos satélites.

A Sencinet disse que já assinou o contrato e começou a trabalhar com a Petrobras, em um cronograma que começa com a migração do modelo de serviço de comunicação anterior para o novo.

NOVAS OPORTUNIDADES

Segundo Ribeiro, o contrato conquistado com a Petrobras pode servir de alavanca para negócios semelhantes com outras empresas que atuam no litoral brasileiro.

Entre elas estão empresas que prestam serviços à Petrobras, bem como empresas privadas que atuam na exploração de petróleo no país.

Conforme relatado pela BNamericas, a Petrobras também está investindo em outras formas de conectividade, além dos satélites, como redes terrestres sem fio e fibra ótica.

LEIA TAMBÉM: Petrobras aposta em projetos de conectividade avançada

A Sencinet foi criada em outubro de 2020 como resultado da aquisição das operações latino-americanas da British Telecom (BT) pelo Grupo CIH.

Atende mais de 400 clientes em 15 países da América Latina.

A Sencinet afirma ser a maior provedora de serviços corporativos via satélite da América Latina, com quase 20 mil conexões via satélite (antenas VSat) e cinco teleportos, que são estações terrestres ligadas a um satélite para facilitar a transmissão de dados.

Dois teletransportes estão no Brasil e um na Argentina, Colômbia e México.

A Sencinet também possui uma grande rede de fibra que interliga seus sites, com rede core em 15 países, além de 112 nós de rede.

Na América Latina, o grupo também mantém quatro datacenters, dois dos quais na Colômbia.

 

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: TIC (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: TIC (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de TIC companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.

  • Companhia: Algar Telecom S.A.  (Algar Telecom)
  • Algar Telecom SA, divisão do grupo brasileiro Algar, oferece principalmente serviços fixos, móveis e de comunicação de dados. Como subholding de tecnologia e telecomunicações do...
  • Companhia: Sky Brasil Serviços Ltda.  (Sky Brasil)
  • Sky Brasil Serviços Ltda. (Sky Brasil) é um provedor brasileiro de TV paga por satélite que usa a banda Ku para entregar conteúdo digital a mais de 5,2 milhões de consumidores r...