Brasil
Notícias

Destaque: infraestrutura do Brasil deve atrair R$ 137 bi em investimentos entre 2023 e 2027

Bnamericas Publicado: quarta-feira, 30 novembro, 2022
Destaque: infraestrutura do Brasil deve atrair R$ 137 bi em investimentos entre 2023 e 2027

Os projetos brasileiros de infraestrutura ligados aos segmentos de transporte e logística devem atrair investimentos totais de cerca de R$ 137 bilhões (US$ 25,9 bilhões) entre 2023 e 2027, já que o novo governo não deve fazer grandes mudanças nos setores.

As projeções foram divulgadas pela Abdib, associação local de infraestrutura e indústrias de base, durante evento realizado para debater o futuro do setor.

“Desde a eleição de outubro temos visto muito debate sobre grandes mudanças na agenda de concessões e contratos de PPP, além da tendência dos investimentos públicos, mas temos que considerar as restrições fiscais atuais, que são altas, e também o fato de que o investimento do setor privado sempre traz mais eficiência ao setor”, disse à BNamericas João Cortez, sócio da consultoria com foco em infraestrutura Vallya.

“Diante disso, após muitas idas e vindas nos primeiros meses do novo governo, tenderemos a ver o setor de infraestrutura se acomodando em um cenário semelhante ao que temos agora”, acrescentou.

Nos últimos anos, sob a gestão do presidente Jair Bolsonaro, o governo enfatizou medidas para facilitar o investimento do setor privado no segmento de infraestrutura, o que provocou a redução do investimento público. No entanto, desde a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, alguns observadores sugeriram que os investimentos públicos devem aumentar.

“É preocupante que o investimento público esteja caindo. O ideal seria que o investimento público e o privado andassem de mãos dadas. Porém, nos últimos anos, vimos que, devido às regras de teto de gastos públicos, decidiu-se erroneamente suspender os investimentos em infraestrutura”, apontou o diretor de planejamento e econômico da Abdib, Roberto Guimarães, durante o evento.

O Brasil investe hoje cerca de 1,7% ao ano do seu PIB em infraestrutura. O nível considerado adequado para o setor é de pelo menos 4% do PIB.

SETORES

Dos investimentos previstos no segmento, as rodovias devem receber a maior parcela entre 2023 e 2027, ou cerca de R$ 61,8 bilhões.

Enquanto isso, os projetos ferroviários devem receber investimentos de cerca de R$ 37,9 bilhões até 2027.

A previsão da Abdib é que o setor portuário atraia R$ 12,3 bilhões no período.

No entanto, para que esses investimentos ocorram, o nível de segurança jurídica dos investidores será extremamente importante.

“Muitos avanços ocorridos no setor de infraestrutura do Brasil se devem às microrreformas setoriais – de saneamento, ferrovias, portos, entre outras áreas. A partir do ano que vem, o Congresso terá um papel importante na manutenção das diretrizes dessas reformas, até mesmo para conter o ímpeto de alguns dos membros de esquerda mais radicais do novo governo, que sempre tentarão revisar certas regulamentações favoráveis às empresas”, disse Cortez.

Diante dessa preocupação, o deputado Arnaldo Jardim, do partido centrista Cidadania, e um dos parlamentares mais atuantes nas questões de infraestrutura, está otimista com o perfil do Congresso no ano que vem.

“Estou animado e vejo que teremos um cenário de estabilidade política com a nova estrutura do Congresso no ano que vem. Já tivemos muitos avanços regulatórios beneficiando o setor de infraestrutura nos últimos anos e provavelmente teremos ainda mais nos próximos anos, pois o perfil do Congresso nos próximos quatro anos é mais liberal”, comentou Jardim durante o evento da Abdib.

Segundo Jardim, o Congresso deve priorizar a votação de uma medida para acelerar o licenciamento ambiental de projetos e também deve aprovar incentivos fiscais para emissões de debêntures para financiar projetos de infraestrutura.

PRIVATIZAÇÕES E CONCESSÕES

Durante o evento da Abdib, foi apresentada uma pesquisa com stakeholders do setor de infraestrutura sobre as percepções dos participantes a respeito do andamento das concessões e privatizações nos próximos anos, sob a gestão do presidente eleito Lula.

“As percepções coletadas na pesquisa mostram uma visão negativa em relação ao avanço da agenda de concessões e privatizações nos próximos anos. Por outro lado, há um sentimento de que haverá um aumento nos investimentos públicos no setor de infraestrutura”, ponderou Gustavo Gusmão, diretor-executivo de infraestrutura, PPPs e setor público da EY Brasil, que apresentou os resultados do estudo.

“Este levantamento traz importantes alertas para a equipe do novo governo, mostrando as principais aspirações dos empresários do setor”, acrescentou.

O relatório completo da Abdib sobre as previsões de investimentos para o setor pode ser visto aqui.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina. Deixe-nos mostrar nossas soluções para Fornecedores, Empreiteiros, Operadores, Governo, Jurídico, Financeiro e Seguros.

Assine a plataforma de inteligência de negócios mais confiável da América Latina.

Outros projetos em: Infraestrutura (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Infraestrutura projetos na América Latina: em que etapas estão, capex, empresas relacionadas, contatos e mais.

Outras companhias em: Infraestrutura (Brasil)

Tenha informações cruciais sobre milhares de Infraestrutura companhias na América Latina: seus projetos, contatos, acionistas, notícias relacionadas e muito mais.